Violência

Tragédia em duas famílias

Após matar pai e filho em Taguatinga Norte, o policial civil aposentado Marcos Antonio Santos tirou a própria vida. O crime teria sido motivado por um aumento no aluguel da padaria, segundo as investigações

Darcianne Diogo
postado em 14/05/2022 00:01
 (crédito: Redes sociais)
(crédito: Redes sociais)

Uma briga por aumento no valor do aluguel resultou na tragédia de duas famílias, em Taguatinga Norte. Donos de quatro padarias no Distrito Federal, o empresário Edson do Carmo de Jesus, 63 anos, teve a vida ceifada junto ao filho, Warlison Rodrigues de Jesus, 31. O autor do duplo homicídio é o policial civil aposentado Marcos Antonio Santos, 56, proprietário do imóvel. Menos de 24 horas depois de cometer os assassinatos, o agente de custódia se matou em um matagal, na QNL. Pai e filho serão sepultados na manhã de hoje.

O caso chocou os brasilienses e revoltou aos familiares de Warlison e Edson. Durante a tarde de quinta-feira, pai e filho estavam na padaria, que funcionava normalmente. Antes de ser morto, Warlison recebeu uma mensagem no celular enviada por Marcos. No texto, ele pedia para que o rapaz o encontrasse no escritório para que os dois conversassem, que fica ao lado da padaria e, ao subir uma escada, onde há uma sala. O rapaz saiu do estabelecimento com o pai por volta das 17h30. Antes de qualquer conversa, os dois foram atingidos por tiros.

Moradores da região contam que ouviram, ao menos, seis disparos de arma de fogo. Um dos corpos foi encontrado caído na escadaria que dá acesso à sala. Durante a madrugada, policiais civis da 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) e militares fizeram buscas pelo suspeito na região.

Identificação

As imagens das câmeras do circuito interno de segurança da rua e da padaria foram cruciais para que a polícia chegasse à autoria do crime. Um dos vídeos analisados pelos investigadores mostram Marcos dentro da padaria momentos antes de matar as vítimas. De boné, calça jeans e blusa azul, o homem toma uma bebida e permanece parado no estabelecimento, como se estivesse observando algo.

Uma outra filmagem captou o policial aposentado saindo do escritório em uma moto. De maneira tranquila, ele deixa da garagem e passa devagar pela rua, que está movimentada e algumas pessoas o observam. Uma funcionária da padaria contou ao Correio que, ao ouvir os tiros, foi até o local para ver o que estava havendo, quando se deparou com os corpos de Edson e Warlison.

Motivação

As investigações da PCDF apontam que a motivação do crime tenha sido em decorrência do aumento de um aluguel. Pai e filho administravam quatro padarias, em Ceilândia, no P Norte, em Taguatinga Norte e Sul. Há pouco mais de um ano, os empresários alugaram um novo ponto, também, em Taguatinga Sul. Recentemente, os empresários decidiram reformar a Empório Life Pães e Conveniência para ampliar o espaço. O Correio apurou que, por causa dessa obra, Marcos, dono do imóvel, resolveu aumentar o valor do aluguel, o que levou ao descontentamento de Warlison e Edson. As vítimas e o autor chegaram a tentar acordos, mas sem sucesso.

Após o crime, ontem, no começo da tarde, Marcos foi até uma estrada estreita, na entrada da Mansão Misuno, na EQNL 6/8 do Setor L Norte. Ele estacionou a moto em uma área de mata, caminhou poucos metros e tirou a própria vida com uma arma de fogo. O revólver foi recolhido pelos peritos criminais para análise. A suspeita é de que a mesma arma tenha sido utilizada para matar Warlison e Edson.

Familiares do policial civil alegam que ele sofria de depressão. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol), Enoque Venâncio, contou, ao Correio, que, em conversa com os parentes, soube que Marcos tinha a doença, mas não fazia tratamento. "A família chegou a procurar ajuda para acompanhamento, mas ele não fez. Infelizmente, essa é uma tragédia muito grande. Ninguém acha isso normal, mas nós, como sindicato, viemos prestar a solidariedade à família", destacou. De acordo com Venâncio, o servidor era visto como uma pessoa "tranquila" e "trabalhadora".

O sepultamento de Warlison e Edson está marcado para hoje, no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga. O velório começará às 8h, na Capela 2, e o sepultamento está previsto para as 10h30. Funcionária da padaria, Danielle Lira lamentou a morte dos patrões. "Eram pessoas espetaculares, acolhedoras, sempre ajudavam no que precisava, formaram vários profissionais, ensinaram profissões pra quem não tinha nenhuma expectativa. Eles eram muito amados, pessoas simples que conquistaram tudo com esforço, sem precisar passar por cima de ninguém", desabafou.

 

  • Em uma área de mata, assassino de pai e filho se matou. Segundo a família do agente aposentado, ele sofria de depressão e não recebia tratamento
    Em uma área de mata, assassino de pai e filho se matou. Segundo a família do agente aposentado, ele sofria de depressão e não recebia tratamento Foto: Carlos Vieira/CB
  • Corpos das vítimas foram encontrados nas escadas que levam ao escritório da padaria, em Taguatinga
    Corpos das vítimas foram encontrados nas escadas que levam ao escritório da padaria, em Taguatinga Foto: Carlos Vieira/CB
  • Após cometer o duplo homicídio, Marcos foi de moto a uma área de mato
    Após cometer o duplo homicídio, Marcos foi de moto a uma área de mato Foto: Carlos Vieira/CB
  • Warlison e Edson
eram donos de
cinco padarias no DF
    Warlison e Edson eram donos de cinco padarias no DF Foto: Fotos: Redes sociais
  • Marcos se matou num matagal
    Marcos se matou num matagal Foto: Reprodução

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE