Pandemia

Israel testa remédio barato que salvou dezenas de pacientes graves com covid-19

Medicamento para câncer de ovário foi utilizado experimentalmente para covid-19 em hospital israelense e demonstrou resultados promissores em pequeno grupo

Correio Braziliense
postado em 08/02/2021 15:41
 (crédito: JALAA MAREY / AFP)
(crédito: JALAA MAREY / AFP)

Israel acredita que está próximo de encontrar um remédio eficiente contra a covid-19. Até o momento, a doença não tem medicamento comprovadamente capaz de tratá-la. O Centro Médico Ichilov, em Tel Aviv, testou o composto chamado EXO-CD24 em 30 pacientes com casos graves de covid-19 e todos se recuperaram da doença.

Nos tratamentos em questão, 29 pessoas foram submetidas à substância por cinco dias, apresentaram recuperação significativa em apenas dois e e receberam alta quatro dias depois, segundo o hospital. O trigésimo caso também apresentou melhora e saiu da área de risco, mas com um período de tempo maior.

Esse foi o primeiro teste feito em humanos. Com o resultado, o país quer começar agora testes clínicos, o que significa que ele poderá ser utilizado em um grupo significativo de pessoas para verificar sua eficácia e definir de o composto poderá fazer parte de protocolos médicos.

Segundo afirmou o professor Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção do Câncer de Ichilov, em Tel Aviv, ao Daily Mail, o remédio foi desenvolvido para tratamento de câncer de ovário e é relativamente barato.

 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE