OMS

Especialistas recomendam vacina contra covid-19 da AstraZeneca para adultos

Além disso, o grupo afirmou que esse imunizante pode ser aplicado inclusive em países com outras variantes do vírus

Agência Estado
postado em 10/02/2021 13:27
 (crédito: Alain Jocard/AFP)
(crédito: Alain Jocard/AFP)
O Grupo de Assessoria de Especialistas em Imunização (SAGE, na sigla em inglês), que aconselha a Organização Mundial de Saúde (OMS), recomendou a vacina contra a covid-19 da AstraZeneca para todas as pessoas acima de 18 anos, idosos incluídos. Além disso, o grupo afirmou, durante entrevista coletiva virtual, que esse imunizante pode ser aplicado inclusive em países com outras variantes do vírus.
A vacina elaborada pela AstraZeneca e a Universidade Oxford é uma das duas asseguradas pelo Brasil. Ela entrou em foco internacional após a África do Sul suspender seu uso, com o argumento de que um estudo local apontara que ela se mostrava menos eficaz contra uma nova cepa da covid-19 registrada no país.
Diretor do SAGE, Alejandro Cravioto afirmou que a vacina mencionada de fato parece ter redução na eficácia em casos leves e moderados da OMS. Mas a entidade acredita, com base nos dados disponíveis, que esse imunizante mantenha o impacto para evitar casos graves da covid-19, de acordo com a diretora do Departamento de Imunização, Vacinas e Biológicos da OMS, Kate O'Brien.
Para O'Brien, a África do Sul deve seguir com a vacinação e monitorar os casos graves, para ter um quadro mais preciso sobre a imunização garantida contra essa nova variante. Cravioto, por sua vez, disse que a vacina da AstraZeneca continua a ser recomendada para todos os países nos quais circulam novas cepas da covid-19 - o Brasil é um deles.
Cravioto afirmou também que a recomendação dos especialistas é de que a vacina da AstraZeneca seja aplicada em duas doses, com intervalo entre 4 a 12 semanas. Ele notou que a OMS não recomenda ainda vacinas para viajantes internacionais, por não poder garantir que com elas se evitem riscos de contágio para essa doença.
 

CONTINUE LENDO SOBRE