Covid-19

Fiocruz vai entregar 5 milhões de doses da vacina na sexta-feira

Segundo informa a Fiocruz, a entrega da vacina Oxford/AstraZeneca prevista para esta semana terá um acréscimo de 300 mil doses

Agência Brasil
postado em 21/04/2021 20:43
 (crédito: AFP/JOEL SAGET)
(crédito: AFP/JOEL SAGET)

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou hoje (21/4) que vai entregar, na próxima sexta-feira (23/4), 5 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19 produzidas pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos). A quantidade supera a previsão inicial para esta semana em 300 mil doses.

Por questões logísticas relacionadas à distribuição das vacinas, a Fiocruz passará a liberar os lotes para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) sempre às sextas-feiras. Segundo a fundação, a decisão foi tomada em conjunto com o Ministério da Saúde, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Na semana passada, Bio-Manguinhos também liberou 5 milhões de doses, porém em duas remessas, na quarta-feira e na sexta-feira. Para a semana que vem, o cronograma prevê mais 6,7 milhões de doses, o que fará com que a fundação entregue mais de 18 milhões de doses no mês de abril.

Para os próximos meses, a programação é que as entregas cresçam em volume e cheguem a 21,5 milhões, em maio; 34,2 milhões, em junho; e 22 milhões, em julho. Desse modo, a fundação cumprirá a meta de produzir 100,4 milhões de doses a partir do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado, conforme acordo de encomenda tecnológica firmado com a farmacêutica AstraZeneca. No segundo semestre, a Fiocruz prevê produzir 110 milhões de doses com IFA fabricado no Brasil.

Já foram entregues ao Programa Nacional de Imunizações 14,8 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, sendo 10,8 milhões produzidas por Bio-Manguinhos. As outras quatro milhões foram importadas prontas da Índia nos meses de janeiro e fevereiro. 

  • Doses of AstraZeneca's coronavirus disease (COVID-19) vaccine are seen, as Spain resumes vaccination with AstraZeneca shots after a temporary suspension, inside a COVID-19 vaccination centre at Wanda Metropolitano stadium, in Madrid, Spain, March 24, 2021. REUTERS/Sergio Perez
    Doses of AstraZeneca's coronavirus disease (COVID-19) vaccine are seen, as Spain resumes vaccination with AstraZeneca shots after a temporary suspension, inside a COVID-19 vaccination centre at Wanda Metropolitano stadium, in Madrid, Spain, March 24, 2021. REUTERS/Sergio Perez Foto: REUTERS/Sergio Perez
  • Enfermeiro prepara dose em centro de vacinação nos EUA, que anuncia, na sexta-feira, se retoma uso do produto: possibilidade de restrições
    Enfermeiro prepara dose em centro de vacinação nos EUA, que anuncia, na sexta-feira, se retoma uso do produto: possibilidade de restrições Foto: Angela Weiss/AFP

CONTINUE LENDO SOBRE