BELEZA

'Superlua rosa' poderá ser vista nesta segunda; entenda o fenômeno

Esta é a primeira das duas 'superluas' previstas para 2021

Estado de Minas
postado em 26/04/2021 21:46 / atualizado em 26/04/2021 22:06
 (crédito: Carlos Altman/EM/D.A Press )
(crédito: Carlos Altman/EM/D.A Press )

O fenômeno da "superlua rosa" já pode ser visto na noite desta segunda-feira (26/4). Segundo estimativa feita pela Nasa, ele chegará ao ponto máximo à 0h32 desta terça (27/4), no horário de Brasília.

A agência espacial norte-americana informou que essa é a primeira das duas superluas previstas para este ano. A outra vai ocorrer em 26 de maio, e a Lua estará ainda mais próxima da Terra.

 

Entenda o fenômeno da superlua

A superlua acontece quando a Lua está cheia e no ponto de sua órbita mais perto da Terra, chamado de perigeu. Assim, ela parece maior para quem a observa da perspectiva do nosso planeta.

A órbita da Lua ao redor da Terra tem forma elíptica – uma forma oval que aproxima e distancia o satélite do nosso planeta. O ponto mais próximo é o perigeu. Já o ponto mais distante é chamado de apogeu e dá origem ao fenômeno da microlua.

Quando a Lua está cheia e em seu perigeu (superlua), ela pode parecer até 14% maior e 30% mais brilhante ao ser vista da Terra do que no momento do apogeu.

O termo superlua surgiu em 1979 e foi criado pelo astrólogo Richard Nolle. Ele é usado para fazer referência à união do perigeu com a Lua cheia.

Apesar de ser chamada de “superlua rosa”, ela não tem uma cor diferente.

O nome vem de tribos indígenas que marcavam a passagem do tempo pelas luas cheias.

Cada uma tinha um nome específico. A de abril é rosa porque surge na mesma época que as flores róseas da Phlox Subulata, uma planta selvagem norte-americana.

 

 

 


*Estagiária sob supervisão da subeditora Kelen Cristina

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE