Astronomia

Chuva de meteoros tem pico nesta madrugada: saiba como ver

Observadores e curiosos poderão ver até 25 estrelas cadentes por hora a olho nu, mas é preciso se afastar da poluição luminosa

Jéssica Gotlib
postado em 28/07/2021 21:37
Eventos são comuns na segunda metade do ano e agosto terá a chuva Perseidas -  (crédito: AFP / Ye Aung THU)
Eventos são comuns na segunda metade do ano e agosto terá a chuva Perseidas - (crédito: AFP / Ye Aung THU)

Elas podem não realizar desejos, mas são um espetáculo bonito de ser visto. As conhecidas estrelas cadentes nada mais são do que chuvas de meteoros periódicas que ocorrem quando a Terra entra em uma região com detritos que se soltaram após a passagem de cometas — ou seja, poeira cósmica. E o meio do ano é uma época repleta destes eventos. A partir da noite desta quarta-feira (28/7), por exemplo, teremos o ápice da Delta Aquariids do Sul.

Ela ganha esse nome porque o ponto de onde parece estar surgindo no céu é próximo ao da constelação de aquário. Mas calma, se você não sabe identificar nem mesmo Saturno, existem aplicativos que podem te ajudar a se situar. Júpiter também estará bem visível no céu e pode ajudar algum astrônomo amador, já que é facilmente identificável. Caso ainda seja difícil, basta olhar para o ponto mais ao sul do horizonte.

Os meteoros poderão ser vistos em todas as regiões do Brasil, a olho nu, a partir das 22h, com maior incidência por volta das 2h. O único cuidado necessário é estar longe de poluição luminosa. Isso quer dizer que fenômenos desse tipo dificilmente são bem vistos em grandes cidades, é melhor que você esteja em uma zona rural ou em um local com pouca luz artificial ao redor.

A claridade da lua, que nasce por volta das 23h, também pode atrapalhar um pouco a visibilidade. No máximo do evento, será possível ver 25 estrelas cadentes por hora. E isso se repetirá até a madrugada da sexta-feira (30/7). De qualquer maneira, se não for possível sair para ver o céu desta vez, guarde um tempinho para olhar a noite no mês que vem, quando terá início a chuva Perseidas, com pico de 150 meteoros por hora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE