Testes em fase 3

Coquetel da AstraZeneca contra covid-19 reduz risco de casos graves e morte

Resultados foram apresentados nesta segunda-feira e ainda não foram publicados em revista científica

Thays Martins
postado em 11/10/2021 11:52
 (crédito: Michael Dantas/AFP)
(crédito: Michael Dantas/AFP)

Um coquetel de remédios experimentais contra a covid-19 teve resultados animadores em testes clínicos de fase 3. Os resultados foram anunciados nesta segunda-feira (11/10) pela farmacêutica AstraZeneca, responsável pelo desenvolvimento das drogas.

Os resultados ainda não passaram por revisão de outros cientistas e ainda não foram publicados em revista científica. Mas, segundo a empresa, o medicamento AZD7442, que consiste em uma combinação de anticorpos, reduziu em 50% os casos de covid-19 grave e mortes.

Para os testes, participaram 903 pacientes que receberam o tratamento por cinco dias após o surgimento dos sintomas, ou com o coquetel ou com um placebo. Segundo a farmacêutica, 90% deles pertenciam ao grupo de risco para a covid-19. "Nossa combinação de anticorpos de longa ação, somam-se ao crescente corpo de evidências para o uso desta terapia na prevenção e no tratamento de covid-19. Uma intervenção precoce com nosso anticorpo pode dar uma redução significativa na progressão para doença grave, com proteção contínua por mais de seis meses", disse Mene Pangalos, vice-presidente executivo de produtos biofarmacêuticos da AstraZeneca. 

A empresa informou que os resultados serão apresentados as autoridades sanitárias e já entrou com um pedido para a aprovação no FDA, a agência reguladora dos Estados Unidos.

A AstraZeneca desenvolveu, junto com a Universidade de Oxford, uma das vacinas aprovadas contra a covid-19 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE