Estudos inovadores

Correio Braziliense
postado em 03/12/2021 06:00

"Os autores desse estudo foram os pioneiros no uso de células-tronco de camundongo para gerar estruturas que se assemelham ao estágio de blastocisto de desenvolvimento pré-implantação. Embora esses blastoides tivessem algumas características de embriões normais, eles não podiam progredir no desenvolvimento para os estágios pós-implantação. Desde então, vários laboratórios relataram diferentes protocolos para gerar blastoides usando células-tronco humanas, e esse estudo representa outra importante contribuição para a área. Esse pode ser um sistema útil para estudar a biologia do desenvolvimento humano, mas, como no camundongo, mais trabalhos serão necessários para esclarecer se esses modelos de células-tronco podem progredir em seu desenvolvimento para os estágios em que os progenitores de diferentes tecidos se formam.

Harry Leitch, biólogo do Imperial College Londres

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE