Música

Após fazer sucesso na internet, Agnes Nunes lança o EP 'Romaria'

Com quatro faixas, o material já teve duas lançadas: 'Rio' e 'Lisboa'. Confira entrevista com Agnes Nunes

» Adriana Izel
postado em 28/07/2020 10:37 / atualizado em 28/07/2020 10:38
 (foto: João Marques/Divulgação)
(foto: João Marques/Divulgação)

No ano passado, a cantora baiana radicada na Paraíba, Agnes Nunes, roubou à cena na internet com vídeos musicais que conquistaram nomes como Lázaro Ramos e Dj Alok. A repercussão entre os famosos colocou holofote no talento da jovem artista, atualmente com 18 anos, dando visibilidade ao trabalho autoral. Ao longo de 2019, a artista lançou singles e, para este ano, preparou o EP Romaria, composto por quatro canções que falam de locais por onde Agnes passou ou gostaria de passar.

MPB e R&B são as principais vertentes de influência da sonoridade do trabalho de Agnes, o que é visível nas faixas Rio e Lisboa, as duas primeiras já lançadas do EP. “Tudo é muito feito na hora. Às vezes o produtor vem com alguma base, mas eu já vou com uma ideia de letra, do estilo que quero, faço muitas vezes a base no meu teclado, que é como tudo começou pra mim. Me inspiro muito em histórias que escuto. Ainda não tenho tantas vivências amorosas, sempre procuro escutar as pessoas mais velhas”, conta ao explicar as inspirações para as faixas autorais.

O primeiro lançamento Rio foi composto por Agnes nas primeiras experiências na cidade maravilhosa e retrata a relação do tempo e da distância. O mesmo aconteceu com Lisboa, mais recente single divulgado no último dia 24, música criada e produzida na cidade portuguesa, que ela explica ter uma “pegada mais adolescente”. “Fala de um amor mais leve, mais inocente. Tem muitas características também que remetem a Portugal”, explica.

O próximo single será São Paulo, que relaciona o amor e a correria da capital. “Fala de uma pessoa que quer encontrar a pessoa amada, mas chega na cidade com muitos afazeres”. A última faixa é Hiroshima, no Japão, única localidade do EP que Agnes ainda não teve a oportunidade de conhecer, mas achou que seria pertinente, principalmente, por conta do momento atual. “É a única que escrevi na quarentena. Nasceu desse processo de isolamento social. É uma música sobre ressurgir das cinzas, que é basicamente o que temos feito. A gente renasce todos os dias e cria forças para enfrentar. Então compartilho esses meus pensamentos da quarentena na música”, completa.

O EP Romaria em formato completo será lançado até agosto e finaliza esse ciclo. Agnes já trabalha na concepção de um álbum completo, que, segundo ela, será capaz de mostrar outras versões e facetas do trabalho dela na música. “Diria que será um trabalho com um pouco de influência do momento atual, mas busquei referências fora do isolamento, de quando éramos livres e quando formos livres novamente. Gosto muito de falar de amor, de dor, dos extremos, mas sempre com leveza, tentando trazer à tona as coisas de forma leve”, completa, dando detalhes do que se pode esperar do material.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação