Televisão

Emmy 2020: 'Watchmen' e 'The Marvelous Mrs. Maisel' lideram indicações

Os indicados ao prêmio de 2020 foram anunciados nesta terça-feira (28/7). Confira análise!

Pedro Ibarra*
Adriana Izel
postado em 28/07/2020 14:17 / atualizado em 29/07/2020 19:13
 (foto: HBO/ Divulgação)
(foto: HBO/ Divulgação)

Foram anunciados os indicados para 72º Primetime Emmys, o mais importante prêmio da televisão norte-americana. Focada em séries lançadas entre junho de 2019 e maio de 2020, a premiação mostrou surpresas, deu espaço a novos nomes e se mostrou um dos eventos mais diversos nos últimos anos.

A produção mais indicada ao Emmy 2020 foi a minissérie da HBO Watchmen, Além das categorias principais de melhor minissérie, melhor atriz e melhor ator, no total a série concorre em 26 categorias. Em seguida vem a comédia The Marvelous Mrs. Maisel, com 20 indicações, incluindo as principais. Ozark e Succession, também presentes nas categorias mais disputadas, com 18 cada, fecham o grupo de séries mais lembradas pela Television Academy.

Analisando por emissora, Netflix e HBO saem na frente. Juntas, as duas receberam 267 indicações, sendo 160 da gigante do streaming e 107 do canal a cabo. As surpresas ficaram por conta da presença das recentes Disney+, com 19 indicações, e Apple TV , com 18. A plataforma da empresa do Mickey Mouse concorre a melhor série dramática com The Mandalorian e o streaming da marca de celulares disputa em melhor atriz e melhor ator.

A cerimônia de anúncio dos indicados começou com um discurso do CEO da Academia (confira aqui a lista de indicados). Na fala, ele expôs que esse é um ano atípico, não só pela pandemia, mas pela luta por igualdade de direitos e anti-racista. O chefe responsável pelo Emmy disse que a premiação de 2020 visa “amplificar as vozes que precisam ser ouvidas”. Assim foi feito, todas as categorias de atuação do Emmy tem no mínimo um intérprete negro. Nomes fortes como Regina King, Mahershala Ali, Eddie Murphy e Billy Porter aparecem na lista.

Revelações e repetições entre os indicados ao Emmy

 

Zendaya foi indicada pela primeira vez pelo papel em 'Euphoria'
Zendaya foi indicada pela primeira vez pelo papel em 'Euphoria' (foto: HBO/ Divulgação)

 

A lista de indicados do Emmy celebrou talentos da nova geração: Zendaya, protagonista de Euphoria, indicada como melhor atriz em série dramática, Shira Haas, de Nada ortodoxa, nomeada na categoria de melhor atriz em série limitada, e Paul Mescal, lembrado na categoria de melhor ator por Normal people. Todos receberam as primeiras indicações da carreira à estatueta. Antes de Euphoria, Zendaya era mais conhecida pelos trabalhos no Disney Channel. Já Shira Haas, que é israelense, ganhou notoriedade exatamente com Nada ortodoxa. Paul Mescal é irlandês e mais conhecido pelos trabalhos no teatro.

Enquanto alguns estream no Emmy, outros até aparecem em mais de uma categoria da premiação. É o caso de nomes como Jason Bateman, indicado por Ozark (melhor ator) e The outsider (ator convidado); Giancarlo Esposito, que aparece também em duas categorias por Better call Saul (ator coadjuvante) e The Mandalorian (ator convidado); Sterling K. Brown que faz dobradinha pelos trabalhos em This is us (melhor ator) e The Marvelous Mrs. Maisel (melhor ator coadjuvante); Ramy Youssef indicado a duas categorias por Ramy: melhor ator e direção; e Daniel Levy que aparece como ator coadjuvante por Schitt's Creek e também pela direção e roteiro da mesma série.

Entre as mulheres, as que se repetem são Angela Bassett por A black lady sketch show (atriz convidada) e por The imagineering story (narração); Maya Rudolph, que aparece duas vezes como atriz convidada pelas participações em The good place e Saturday night live, além de ter sido indicada pela voz em Big mouth; e Wanda Sykes, outra indicada na categoria convidada por The Marvelous Mrs. Maisel e pela voz em Crank Yankers.

*Estagiário sob supervisão de Adriana Izel

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação