Horóscopo: confira o que os astros revelam para esta terça (11/8)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta terça-feira, 11 de agosto, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 11/08/2020 06:00
 (foto: Stan Honda/AFP; CB )
(foto: Stan Honda/AFP; CB )

Descanso não é estilo de vida

Data estelar: Lua quarto minguante em Touro

A inércia é tua inimiga, o automatismo é teu adversário, a procrastinação é a tumba da boa vontade. Muitas coisas que davam certo no passado deixaram de ter o mesmo efeito, mas continuam sendo repetidas por inércia. Muitas outras coisas que tu fazias com atenção e carinho, foram sendo deixadas em modo automático e, hoje em dia, ocupam teu tempo sem, no entanto, te darem prazer. E, quantas coisas são deixadas de lado e empurradas com a barriga, porque não te munes de suficiente boa vontade para dar conta delas? Assim, o tempo vai passando e a construção de tua experiência de vida vai, também, se tornando menos importante. Isso é surpreendente, porque, que haveria de mais valioso do que utilizar todos os recursos que te fazem humano? Se precisas descansar, descansa, mas não faças do descanso teu estilo de vida.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Nem todas as decisões que você tomar neste momento agradarão as pessoas, porém, não se trata de agradar, mas de manter sob seu domínio o processo inteiro, para que as coisas sigam de acordo com os planos. Aí sim.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

É completamente possível dar fim ao que atrapalha você, mas precisa de atrevimento de sua parte, porque implica contrariar as pessoas que, supostamente, você deve respeitar, porque lhe interessa a influência delas.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Para que tudo seja do seu jeito, muitos ajustes precisarão ser feitos o tempo inteiro. Isso requererá um estado de atenção, vigilância e clareza de sua parte que não condiz com a simultânea preguiça que tudo isso dá.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

As opiniões divergentes confundem e ocupam espaço e tempo. Porém, não dá para fingir que o cenário é um céu de brigadeiro, mas aceitar que é desse estado de coisas que você terá de tomar as decisões pertinentes. É assim.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Provavelmente, para você este não é o cenário ideal para tomar as decisões necessárias, porém, é o que temos por enquanto e será por aí que tudo terá de acontecer, gostando ou não. No fim, você verá, dará tudo certo.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

A criatividade não dá as caras quando tudo está resolvido e o cenário é pacífico. A criatividade dá as caras quando as contrariedades se tornam a nota dominante e você precisa lançar mão dela para inventar uma saída.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Quando se evita enfrentar os problemas e obstáculos, o que acontece é que esses ganham força e consistência ao longo do tempo. Chega um momento na vida, que para você é agora, em que é preciso acabar com isso.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Este é o momento em que sua alma cai em si com a verdade de que, apesar de que seria melhor que as pessoas envolvidas fossem engrenagens que respondessem à sua vontade, elas têm vida própria e não são manipuláveis.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Há coisas que, apesar de serem óbvias para você, são totalmente incompreensíveis para as pessoas com que você se relaciona. Tome um tempo para tentar se explicar, mas não espere boa receptividade no começo.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Apesar do mau humor que isso lhe causar, neste momento é melhor você aceitar os contratempos que subvertem seus planos, porque esses vieram por bem, ainda que isso não seja nada do que você deseja. Contorne.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

A harmonia seria impossível se não houvesse conflito, porque é pela proximidade de pontos de vista divergentes e atitudes de oposição, que, na melhor das hipóteses, as pessoas acabam procurando uma saída honrosa.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Deixar para depois o que você poderia muito bem fazer agora seria uma pena e atrapalharia seus planos imediatos. Assim, o prazer de procrastinar se converteria na dor imediata de ver seus planos irem por água abaixo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação