Música

Brasiliense Nicole Katibe é a responsável por abertura de live de Di Ferrero

Este será o primeiro show virtual da carreira de Nicole, que passou a investir na carreira musical durante a quarentena

Maria Baqui*
postado em 14/08/2020 17:43 / atualizado em 14/08/2020 17:43
A artista é a responsável por show de abertura da live de Di Ferrero -  (foto: Renato Memmentto Mori/Divulgação)
A artista é a responsável por show de abertura da live de Di Ferrero - (foto: Renato Memmentto Mori/Divulgação)

Recém inserida na carreira musical, a cantora pop brasiliense Nicole Katibe, de 23 anos, fará a primeira apresentação por meio de uma live nesta sexta-feira (14/8). A convite da plataforma digital BeApp, a artista é a responsável por abrir o show principal, do cantor Di Ferrero. O encontro virtual está marcado para às 21h.

Para o repertório do show, Nicole explica que escolheu minuciosamente as músicas que mais combinam com o público. Segundo ela, a programação contará com a releitura de hits atuais de artistas como Iza e Luisa Sonza, mas, também, com um momento nostálgico, com a interpretação de singles clássicos de Britney Spears, por exemplo.

Esta é a primeira vez que a brasiliense se apresenta para um público tão amplo. E, para ela, a oportunidade de abrir a live de Di Ferrero é um marco enorme para o início de uma carreira promissora. “A sensação que senti com esse convite foi de realmente perceber o meu potencial no mercado musical e ter mais certeza ainda de que estou no caminho certo. Com toda convicção afirmo que me dedicarei muito para esse ser o primeiro de muitos shows que farei”, comemorou a cantora.

A caminho de um sonho

O momento de isolamento social foi um dos grandes responsáveis pela imersão de Nicole Katibe no universo da música. Com mais tempo livre, a estudante de nutrição e, agora, cantora, sentiu-se motivada a compor mais canções e investir em arranjos acústicos de violão. Apenas com o gravador do telefone celular, a artista produziu singles que viralizaram na capital federal. O amor de Nicole pela música veio aliado à descoberta de que o gênero que mais se identifica é o pop.

“Um dia, durante a quarentena, um amigo me disse que estava assinando uma plataforma. Ele explicou que eu poderia subir algumas músicas minhas para as plataformas digitais, podendo ser covers e autorais”, explicou a brasiliense, que, em seguida, lançou o primeiro EP solo, intitulado Prelúdio.

O primeiro trabalho de carreira da artista está disponível no Spotify e conta com adaptações de faixas de outros artistas, tanto nacionais quanto internacionais. “Meu foco maior sempre foi interpretar as obras de outros artistas e imprimir um pouco mais da minha personalidade nelas”, contou, em entrevista ao Correio.

Prelúdio significa o primeiro passo, o início de algo. Por isso foi o nome adotado para o primeiro EP da carreira. As músicas escolhidas para compor o disco digital fazem, de alguma forma, parte da vivência da artista. De acordo com ela, inclusive a ordem das faixas tem um significado. “O significado desse trabalho é completa e especialmente pessoal, a ordem das músicas de Menina solta até The Scientist está invertida, quis começar contando o meu contexto atual que é a liberdade de ser quem eu sou, sem depender de ninguém para ser feliz”, comentou Nicole.

Segundo a artista, há conteúdo novo sendo produzido. Desta vez, são composições autorais solo e, também, em parceria com artistas da cena eletrônica. “Quero muito lançar as minhas autorais, realizar colaborações com artistas que admiro, além de muitos shows que desejo me apresentar e mostrar cada vez mais para vocês quem é a Nicole Katibe”, finalizou a artista. 

Serviço

Nicole Katibe - Live BeApp
Nesta sexta-feira (14/8), às 21h, por meio do aplicativo BeApp. Classificação indicativa livre.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação