Edital

Passados 100 dias, resultado do edital Prêmios FAC Brasília 60 anos é publicado no DODF

Medida de emergência, dada a Covid-19, e de reconhecimento de artistas, o edital terá investimento de R$ 2 milhões junto a 500 contemplados

Correio Braziliense
postado em 17/08/2020 09:47 / atualizado em 17/08/2020 15:57
 (foto: Lucas Pacífico/ C.B/D.A. Press)
(foto: Lucas Pacífico/ C.B/D.A. Press)

Com a divulgação do resultado final do edital Prêmios Fac Brasília 60 anos tornado público hoje (17/8, segunda), os agentes culturais contemplados têm 30 dias para enviar os documentos exigidos, e receber um prêmio bruto de R$ 4 mil. O montante integra o pacote de editais Conecta Cultura lançado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) do DF.

Reconhecimento da carreira artística e uma plataforma de auxílio emergencial para profissionais da cultura local ancoraram o processo seletivo do Fundo de Apoio à Cultura (Fac). Cem dias decorrerem desde a etapa de inscrição e a fase de recursos (dos concorrentes). Entre 1.588 projetos inscritos, 500 foram selecionados, numa realidade de investimentos de R$ 2 milhões que amenizará efeitos da pandemia entre os agentes culturais. “Desde que fomos surpreendidos pelo isolamento social e pela necessidade de nos adaptarmos às condições de teletrabalho impostas pela pandemia, a secretaria não parou um minuto de atuar para diminuir esse impacto sobre a vida de nossos artistas e técnicos", observou o secretário de cultura Bartolomeu Rodrigues, no material de divulgação da pasta.

Ainda em agosto de 2020 será divulgado o resultado final do FAC On-line com mais R$ 2 milhões voltados para outros 108 projetos contemplados. No âmbito do Fac Brasília 60 anos, vale ressaltar que os contemplados (confira a lista em: site ) devem estar atentos para o encaminhamento de cópias dos documentos exigidos (via e-mail). Os endereços são: premiosfac@cultura.df.gov.br e premiosfac@gmail.com (destinado ao material copiado).

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, sensível às mortes dos artistas Remy Portilho (música) e Gisele Lemper (literatura), transcorridas durante o processo de avaliação do edital, vislumbra a possibilidade jurídica para o pagamento do prêmio a familiares.


 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação