Financiamento coletivo

Projeto de animação 3D inspirado no folclore brasileiro busca financiamento

Caso atinja a meta de R$ 46 mil, o curta-metragem ''Eu sou Caipora: a menina e o poder das matas'' será produzido em parceria entre o ilustrador Anderson Awvas e o estúdio Vivárte

Correio Braziliense
postado em 24/08/2020 18:41
 (foto: Anderson Awvas/Divulgação)
(foto: Anderson Awvas/Divulgação)

Um projeto de animação inspirado no folclore brasileiro está em fase de financiamento coletivo pela plataforma Catarse. A meta é de R$ 46 mil e, caso seja atingida, dará seguimento a produção do curta-metragem animado em 3D, Eu sou Caipora: a menina e o poder, protagonizado pela figura folclórica brasileira protetora das florestas. A ação se inicia no mês do folclore -- que teve a data oficial comemorada em 22 de agosto. Um prévia em vídeo de divulgação foi divulgada.

O ilustrador e designer Anderson Awvas assinará a produção junto ao estúdio de animação Vivárte, de São Paulo. O carioca já havia iniciado um trabalho, em 2013, chamado Folclore BR: uma nova visão, dedicado a buscar novas maneiras de se falar sobre o folclore brasileiro junto à cultura pop.

Para isso, desenvolveu uma série de cartazes que fazem a releitura de pôsteres de animações da Disney como Procurando Nemo e A pequena sereia, com figuras do folclore. Assim, Procurando Sacy e A pequena Yara respondem a pergunta que acompanha os cartazes do artista: E se as animações da Disney fossem no Brasil?

Entretanto, para Eu sou Caipora: a menina e o poder das matas, a proposta é tirar a ideia do papel e transformá-la no curta-metragem brasileiro que contará a história de Luana, uma menina apaixonada pelos animais, que vive no interior de São Paulo. Depois que o amigo Quiquinho, um pequeno macaco-prego, é capturado por contrabandistas, Luana recorre às histórias da avó sobre a lenda de Caipora para salvá-lo.

Na plataforma Catarse, o projeto busca financiamento no modelo do "Tudo ou nada", e caso não atinjam a meta, o dinheiro retornará aos apoiadores. Para esses, serão oferecidas recompensas que vão de pôsteres com artes folclóricas até estátuas, miniaturas e um cordão importante na história da animação. Os interessados em contribuir podem acessar os detalhes da campanha na página da plataforma em catarse.mr/eusoucaipora.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação