Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta terça-feira (8/9)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta terça-feira, 8 de setembro, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 08/09/2020 06:18 / atualizado em 08/09/2020 06:18
Horóscopo de terça (8) -  (foto: Stan Honda/AFP; CB)
Horóscopo de terça (8) - (foto: Stan Honda/AFP; CB)

BUSCA A SIMPLICIDADE

Data estelar: Lua Vazia das 9h48 até 18h29 

Busca a simplicidade. Evita seguir o conselho de tua ansiedade, que te incita a pensar que devas te precipitar em busca de alguma experiência que te brinde com conforto e prazer. Busca a simplicidade, pois, há perto de ti inúmeros ingredientes, feitos pessoas, objetos e condições que tu podes aproveitar para obter prazer e te regozijar. E, se por essas coisas retorcidas que serpenteiam na alma humana, os pudores ou a culpa, ou ambas ao mesmo tempo, te convencerem de proibições inexistentes, respira a Vida de tua vida, te conecta com o Infinito em que levitas, que não te julga nem muito menos te condena. Nós não existimos exilados da glória da vida, mas nosso poder criativo tem servido para nos convencer que, sim, nascemos aqui para sofrer. Busca a simplicidade do tocar e do sentir.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4):

Fazer contas é saudável, porém, se exercitar nisso quando não há um bom humor disponível, com certeza não seria oportuno, porque os resultados seriam contraproducentes, infundindo intranquilidade e ansiedade.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5):

As iniciativas que normalmente dariam certo, hoje não garantem o mesmo resultado. Observe tudo de perto, para mudar o rumo de seus movimentos antes de as coisas degringolarem para uma situação confusa e de discórdia.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6):

O mau humor não precisa ser combatido; às vezes, como agora, é um sinal de que se tornou necessário tomar distância de tudo e de todos e, dentro do possível, descansar. Aceite a realidade como ela é, se adapte.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7):

Assim como um dia sua alma parece conectada positivamente com as pessoas, no dia seguinte o humor muda completamente e parece tudo se desconectar. A oscilação de humores há de ser considerada natural. Evite resistir.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8):

Quanto mais se pretende ganhar, maior será o medo de tudo perder, porque haverá mais para se perder. Tenha isso em mente nos momentos em que a ambição fizer o coração bater mais rápido e arda a vontade de conquistar.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9):

As boas ideias que não foram anotadas se tornaram um vento que passou e não deixou rastros. O entusiasmo que veio com essas ideias também se apaga, deixando para trás a realidade que provoca tédio. Depois tudo se renova.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10):

Suspeitar algo não é necessariamente um pressentimento de algo que seja real ou verdadeiro. A mente humana, em dias como hoje, tem dificuldade de distinguir uma fantasia de um pressentimento. Investigue um pouco.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11):

Permita que as pessoas se confundam, evite as julgar com severidade ou cobrar delas uma coerência que seria impossível oferecer, dadas as circunstâncias. Se isso afeta seus interesses, tome um pouco de distância.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12): 

O momento encerra grandes potencialidades, porém, não é necessário se precipitar na direção de nenhuma escolha, porque a mente não está clara o suficiente para visualizar quais seriam as opções mais sábias.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1):

Aquilo que poderia ser feito amanhã, em vez de hoje, procrastine e deixe para amanhã. Nem sempre a procrastinação há de ser considerada negativa, em alguns casos, como agora, ganhar tempo é a melhor opção.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2):

O desconforto acontece com a mesma naturalidade com que você encontraria o conforto nas questões do cotidiano. Não se assuste com isso, porque é passageiro, e resistir ou buscar explicações só complicaria.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3):

Entre dizer qualquer coisa para justificar e dizer nada, prefira o silêncio, porque hoje é um dia propenso a confusões e desentendimentos, e isso pode ser driblado com distanciamento, silêncio e bom humor. Tudo se resolve.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação