Cinema

Curta-metragem ambientado no Parque Ana Lídia será exibido em Nova York

De Pedro Henrique Chaves, 'Foguete' foi selecionado para o New York Latino Film Festival e será exibido em 14 de setembro

Pedro Ibarra*
postado em 08/09/2020 09:55 / atualizado em 08/09/2020 10:00
 (foto: Daniel Laviola/Divulgação)
(foto: Daniel Laviola/Divulgação)

Uma história do parque Ana Lídia cruza as fronteiras brasilienses e será contada em Nova York. O curta-metragem Foguete, do diretor Pedro Henrique Chaves, foi selecionado para o New York Latino Film Festival, e será exibido em 14 de setembro, às 19h no site do evento. Os ingressos estão disponíveis para qualquer interessado assistir aos curtas selecionados.

O filme é todo gravado em volta do famoso foguete em que pessoas, de diversas gerações de Brasília, têm, memórias de infância. “Eu tinha muitas dúvidas de como esse filme seria aceito fora de Brasília, até pela figura do foguete. Quem é de Brasília vê tudo com outros olhos, às vezes, até gosta só por ver o brinquedo na tela”, conta Pedro Henrique Chaves. “O filme também foi bem-aceito fora de Brasília, mas as pessoas não se apegaram à figura do foguete, e sim na mensagem de afeto e carinho que o filme traz”, completa.

A trama acompanha Marcos César, um homem apaixonado pelo foguete, que tem os próprios segredos revelados sobre a relação que têm com o parquinho em uma conversa com Beatriz, uma criança de 10 anos. A história revela o envolvimento de Marcos, o próprio filho e o foguete. “Se eu pudesse resumir o curta em uma palavra seria afeto. Porque mostra como a presença ou a falta de afeto muda os rumos das pessoas”, explica o diretor.

“É um filme com 10 pessoas no elenco, das quais oito são crianças, mas eu também era uma criança, aos 17 anos”, brinca Pedro. “Mesmo com todo o estresse, eu sou muito grato por esse filme e pelo aprendizado que ele me trouxe”, ressalta.

“Um detalhe interessante é que eu nunca cheguei a brincar no foguete. Até fui lá, mas não tenho memórias como as do meu pai, que se recorda de sempre ir e se divertir naquela parquinho”, destaca o diretor. Pedro nasceu em 2000 e pontua que o filme também diz respeito ao diálogo de duas gerações que coexistem na capital: os primeiros filhos da cidade e os filhos deles.

O festival New York Latino Film Festival é um dos principais no que diz respeito ao cinema latino-americano nos Estados Unidos. Produzido pela HBO, o evento faz blocos de apresentações e, ao todo, passa 60 filmes feitos por cineastas latino-americanos sobre os mais variados temas. Geralmente, havia uma noite de gala em Nova York, mas, com a situação da pandemia, a edição deste ano será apresentada em formato virtual.

*Estagiário sob supervisão de Igor Silveira

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação