Entrevista

Conheça Mc Zaac, funkeiro com parcerias com Anitta e Luísa Sonza

Nesta semana, o artista foi indicado ao Los Angeles International Music Video Festival (LAMV) pela faixa Desce pro play (Pa pa pa), colaboração com Tyga e Anitta

Adriana Izel
Maria Baqui*
postado em 10/09/2020 09:30
 (foto: Marcos Alonso/Divulgação)
(foto: Marcos Alonso/Divulgação)

Natural de Diadema (SP), MC Zaac, nome artístico de Isaac Daniel Júnior, deu os primeiros passos no mundo da música em 2015. Na época, ainda fazia dupla com Jerry Smith. Depois, cada um seguiu um caminho no cenário do funk. Foi quando Zaac conseguiu emplacar uma parceria com Anitta, a faixa Vai malandra que teve ainda as participações de Maejor, Tropkillaz e Dj Yuri Martins. Isso o colocou nos holofotes.

Hoje, ele tem mais parcerias de sucesso com Anitta, como Bola rebola (com Tropkillaz e J Balvin) e Desce pro play (com Tyga), e com outros nomes da música brasileira, como Luísa Sonza, com quem gravou Toma. Além disso, nesta semana, ele foi indicado a um prêmio internacional, o Los Angeles International Music Video Festival (LAMV) pela faixa mais recente gravada com a funkeira que teve ainda participação de Tyga. O videoclipe tem mais de 90 milhões de visualizações no YouTube e está em quarto lugar nas paradas brasileiras no Spotify.

Mas o caminho até aí foi de luta. Antes de entrar de vez na música, MC Zaac trabalhou em algumas empresas e contou com o apoio da família para trilhar o sonho. "Não foi fácil no começo, mas sempre tive muito suporte da minha família, da minha mãe principalmente. Eles abraçaram essa ideia", conta.

Ele lembra, em entrevista ao Correio, que o mundo musical fez parte da vida dele desde pequeno e, graças, a matriarca. "Minha mãe sempre gostou muito de música. Sempre ouvimos muito Dj Marcinho e Claudinho e Buchecha. Então quando comecei a ver alguns vídeos de cantores da época fazendo beat, me interessei, e a partir daí, não parei", revela.

Neste ano, MC Zaac se viu protagonista das paradas de sucesso. Primeiramente com Desce pro play lançada em junho. No mês seguinte com o dueto com Sonza, Toma. O artista comemora a boa fase: "Fico muito feliz vendo que minha música está alegrando muita gente. Hoje olho para trás e vejo aquele menino que só queria ser conhecido na sua quebrada e é reconhecido mundialmente. Sou muito grato e, acima de tudo, me sinto vitorioso por não ter desistido mesmo quando as coisas pareciam impossíveis".

A lista de lançamentos de 2020 tem ainda Are you gonnatell her?, em parceria com Tove Lo; o funk 150 BPM After; Rebolada bruta, com Claudia Leitte; e a participação em Cheguei, de WC no Beat com Karol Conka, MC Rebecca e Preto Show.

Entrevista // MC Zaac

A parceria musical com Tyga foi mais um grande passo para uma carreira internacional, que já conta com quatro colaborações. Como funcionou a gravação da música que ocorreu durante o isolamento social?
Fiquei muito feliz com a colaboração do Tyga, cada parceria é especial. Hoje meu trabalho é reconhecido, não só no meu país, mas em todo mundo. Gravamos separadamente, cada um na sua casa. Eu estava em São Paulo, Anitta no Rio de Janeiro e Tyga em Los Angeles (EUA). A gravação conta com um fundo branco de base que, além de poder dar destaque nas roupas coloridas, uniu os artistas mesmo estando longe. O resulto ficou ótimo, realmente parece que estávamos no mesmo lugar.

Como é trabalhar com Anitta?
É sempre um prazer trabalhar com Anitta. Ela é uma grande parceira e extremamente profissional.


Mc Zaac
Mc Zaac (foto: Marcos Alonso/Divulgação)

O que te motiva e te inspira a firmar essas colaborações?
Sempre procuro estar presente entre diversos estilos musicais, a música quebra barreiras. Quero chegar em todos os lugares, ser ouvido em todos os países. Música me motiva a levar alegria e força para as pessoas. Ver os rostos felizes se divertindo nos shows, isso não tem preço.

Qual a importância de trabalhar em conjunto com outro artista?
Após diversos feats, vejo que isso fortalece e rola uma troca de energia muito boa. Vai embrazando com MC Vigary, foi uma música que abriu muitas portas, inclusive foi como Anitta me conheceu. Tenho diversas parcerias que gostaria de destacar com pessoas especiais para mim e que tenho muito carinho: Simone e Simaria, Claudia Leitte, Tove Lo e a mais recente com Luísa Sonza.

Qual o papel do artista em relação a questões importantes para a sociedade? Como usa da sua influência para discutir assuntos relevantes?
Vejo como o artista consegue ter uma força para lidar com determinadas questões, sempre procuro passar uma mensagem positiva e alegre para os meus fãs, acredito que isso seja muito importante para eles. Sempre reforço que comecei na minha quebrada, em Diadema e olha onde eu já cheguei. Batalhei muito e busco sempre mostrar aos meus fãs que devemos correr atrás dos nossos sonhos, não importa o quão longe eles pareçam estar, devemos nos empenhar e não desistir nunca.

Quais formas você identificou para administrar a produção musical durante a quarentena?
Tem sido um período proveitoso para mim, mesmo em casa, não paro. Continuo compondo e produzindo bastante. Falo com meus produtores por videochamada e vamos tocando, vivo e respiro música 24 horas por dia. Não vejo a hora de voltar aos palcos.

*Estagiária sob supervisão de Adriana Izel

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação