Cancelamento

Theatro Municipal de São Paulo cancela a programação até o fim do ano

De acordo como Instituto Odeon, responsável pela gestão do espaço, 'os protocolos de segurança apontam para a inviabilidade de apresentações presenciais a curto e a médio prazo'

Correio Braziliense
postado em 17/09/2020 11:31
O Theatro Municipal de São Paulo cancela todas as atrações de 2020 -  (crédito: Teatro Municipal de São Paulo/Divulgação)
O Theatro Municipal de São Paulo cancela todas as atrações de 2020 - (crédito: Teatro Municipal de São Paulo/Divulgação)

O Instituto Odeon, responsável pela gestão do Theatro Municipal de São Paulo e da Praça das Artes, comunicou o cancelamento de todas as atividades programadas para os espaços até o fim do ano. De acordo com o comunicado, a decisão foi tomada em conformidade com a Fundação Theatro Municipal e com a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, porque os protocolos de segurança sanitária atuais apontam para a inviabilidade de apresentações presenciais a curto e a médio prazo.

Assim, a apresentação das óperas Aída, Navalha na carne/Homens de papel, Don Giovanni e Benjamin estão suspensas, assim como a temporada do Balé da Cidade, os concertos presenciais da Orquestra Sinfônica Municipal, da Orquestra Experimental de Repertório, do Coral Paulistano, do Coro Lírico e do Quarteto de Cordas. Ingressos adquiridos pelo site Eventim podem ser reembolsados mediante solicitação até 7 de outubro. O reembolso de ingressos comprados na bilheteria e nos pontos de venda, com cartões de crédito ou débito, podem ser solicitadas neste link.

Troca de gestão

A decisão foi tomada logo depois de a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo publicar um edital público para escolher uma nova organização para gerir os espaços a partir de novembro, até 2025.

A princípio, o Instituto Odeon permaneceria na gestão até 2022, mas a Fundação Theatro Municipal decidiu rescindir o contrato, no início do ano, alegando problemas na prestação de contas da entidade, que nega qualquer irregularidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação