horóscopo

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quinta (24/9)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quinta-feira, 24 de setembro, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 24/09/2020 06:00 / atualizado em 24/09/2020 06:08
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

Tua voz

Data estelar: Mercúrio e Marte em oposição; Lua quarto crescente em Capricórnio

É legítimo que busques ter voz, afinal, tens algo a dizer, algo que te corrói as entranhas, verdades viscerais que precisam ser ditas. Cuida, então, para que essa legitimidade não se perca contigo erguendo a voz de tal forma que os resultados sejam contrários aos de tua busca, perdendo tua voz em vez de a encontrar. Ninguém entenderá melhor o que tentas dizer se tu gritas, pelo contrário, as pessoas traduzirão isso como um convite a elas também gritarem e aí todo mundo perderá a razão. Se por um lado passou tempo demais contigo reprimindo tuas verdades viscerais, pelo outro, terás de encurtar o instante de tua explosão, a equilibrando o mais rapidamente possível com tua volta ao juízo e a um discurso cordial, firme, mas também elegante.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

As contrariedades não acontecem com o firme destino de irritar você, esse é apenas o efeito colateral, sua maneira de reagir aos acontecimentos. As contrariedades servem para fazer ajustes e continuar em frente.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

A melhor maneira de canalizar esse nervosismo todo que circula nos relacionamentos, é trabalhar muito mais que de costume, sem medo de errar, porque agora é melhor errar por trabalhar do que reagir a tudo com irritação.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

O estado caótico do mundo afeta seriamente a sanidade das pessoas com que você precisa se relacionar, e isso é algo que precisa ser levado em conta, já que você continuará precisando de muitas delas. Tolerância e aceitação.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

O jeito é aceitar o mais rapidamente possível que esse clima nervoso que circula à solta nos relacionamentos não tem solução, pois, nem meditar nem respirar fundo fariam diferença. Melhor trabalhar mais, isso sim.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

A vontade é sair correndo na direção de alguma aventura que tire você do tédio existencial, porém, isso só pode ser feito na imaginação, pelo menos por enquanto. Atenha-se ao possível, e se refestele na imaginação.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Para suas pretensões se concretizarem, agora se torna necessário dar um passo maior que a perna, ou seja, se arriscar. É agora que a barriga dói e o suor escorre pela testa, mas é agora, também, que se mostra a fibra.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

A força com que as pessoas se expressam intimida sua alma, mas isso não há de afetar seriamente os relacionamentos, a não ser que você confunda nervosismo com agressividade intencional, que são coisas bem diferentes.


ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Todas as potencialidades que sua alma enxerga neste momento, não podem ser exploradas de imediato, mas isso não significa que você deva desistir delas. Faça planos, desenhe estratégias e faça tudo com boa vontade.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

É urgente encontrar alguma válvula de escape para toda essa energia que circula através de sua alma e corpo, algum divertimento que traga como resultado maior leveza e bom humor. Está tudo disponível. Pratique.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

O fato de não poder mais repetir o que deu certo outrora e obter os mesmos resultados, não acontece para alimentar seu nervosismo e irritação, mas para que você sinta motivação suficiente para se reinventar.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

O nervosismo que impera ao seu redor não deixa você agir com a naturalidade que seria característica, já que cada piada que você faz evoca respostas inesperadas, de tão irritadas que são. E não tem nada a fazer.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

A iminência de certos acontecimentos deixa todo mundo com os nervos à flor da pele, mas isso é algo natural, uma excitação que não precisa ser reprimida, mas celebrada. Acompanhe com naturalidade o movimento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação