Games

Microsoft demite apresentadora do Xbox Brasil que sofreu com assédio e ameaças

De acordo com ela, a demissão foi para evitar mais ataques. Nas redes sociais, o desligamento da apresentadora gerou revolta

Correio Braziliense
postado em 17/10/2020 17:24 / atualizado em 17/10/2020 17:26
 (crédito: Twitter/ reprodução )
(crédito: Twitter/ reprodução )

A apresentadora no canal do YouTube da Xbox Brasil, Isadora Basile, anunciou, nesta sexta-feira (16/10), que foi demitida pela Microsoft. Segundo ela, o desligamento foi para evitar que ela estivesse exposta a  ataques que vinha sofrendo.

Isadora estava no cargo desde setembro. Porém, nesses meses, a apresentadora relatou ter sofrido diversos ataques e assédios por parte dos telespectadores do canal, incluindo ameaças de estupro e mortes.

"No início de setembro, quando anunciei meu novo trabalho, sofri ataques de todos os tipos, desde pessoas falando que eu não jogava jogo x ou y e por isso não era 'digna' do meu cargo, até ameaças de estupro, morte e julgamentos por expor situações mais tensas. Devido a todos essas ataques, a Microsoft encontrou como melhor opção me desligar do cargo de apresentadora, para que não esteja mais exposta a situações como essas que se passaram", escreveu em um post.

No Twitter, o Xbox Brasil se pronunciou e disse que o motivo do desligamento foram mudanças na estratégia de conteúdos.

Nas redes sociais, a demissão da apresentadora gerou revolta. Muitos internautas consideram a atitude da marca machista. "A lógica é: se a mulher sofre machismo, ela tem que ser demitida, afinal sem mulher, sem machismo", escreveu uma usuária do Twitter. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação