Tantas Palavras

Correio Braziliense
postado em 19/10/2020 21:37

A poesia
é onde sou
é onde estou
O que
me revelo
está tudo
misturado
Ainda está
em cascas
e há impurezas
para serem
trituradas
e peneiradas
Não há
bater de asas
no que escrevo...
Há bichos
rastejantes
a comer
as migalhas que
caem de poemas
que não escrevi
Mesmo que
o que me revelo
ainda esteja
em estado
de impureza

Josafá Santana

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação