Literatura

Ana Miranda participa da 6ª Jornada Literária do Distrito Federal

No bate-papo, a escritora falará sobre como descobriu o livro e a literatura

Correio Braziliense
postado em 20/10/2020 16:02 / atualizado em 20/10/2020 16:03
 (crédito: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
(crédito: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)

Com o objetivo de promover a leitura e a literatura na infância, a sexta edição da Jornada Literária do Distrito Federal convida a premiada escritora Ana Miranda para contar sobre a própria experiência com os livros. A cearense participará de uma conferência on-line com o tema "Como descobri o livro e a literatura" com acesso gratuito, por meio de uma transmissão simultânea no YouTube e no Facebook, nesta quarta-feira (21/10), às 9h30.

Na ocasião, Ana Miranda usará como base a própria experiência com a literatura. Para ela, o ideal é que o mito da obrigação de ler seja quebrado, mas que as crianças sejam estimuladas a terem interesse nos livros desde pequenas.

Embora esteja disponível para todo o público, o objetivo central da escritora com a palestra é conversar com mediadores da leitura, como forma de enriquecer a discussão sobre o contato de crianças e adolescentes com a literatura.

A sexta edição da Jornada Literária do Distrito Federal tem atividades virtuais marcadas até 9 de novembro.

Escritora premiada

A cearense Ana Miranda é conhecida pelos romances históricos escritos por ela. Em 1990, o primeiro romance Boca do inferno recebeu o prêmio Jabuti de revelação. Desde então, outros diversos prêmios entraram para a lista da escritora.

Além de escrever, Ana gosta de desenhar. Por isso, ao longo da carreira, ela passou a criar as capas dos livros dela e, posteriormente, também começou a fazer ilustrações para a parte de dentro das obras.

Serviço
Jornada Literária do Distrito Federal
Nesta quarta-feira (21/10), das 9h30 às 10h30, por meio do Facebook e do YouTube. Com Ana Miranda em "Como descobri o livro e a leitura".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação