HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta sexta (23/10)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta sexta-feira, 23 de outubro, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 23/10/2020 06:00
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

Tua alma é livre

Data estelar: Lua ingressa em Aquário às 9h18 e atinge a fase quarto crescente

Não permitas que a ansiedade te intimide logo de manhã ao despertar, luta com firmeza para preservar tua sanidade e integridade, lançando pensamentos ao futuro e não te arrependendo de nada do que tiveres feito ou deixado de fazer. Tua alma é livre e a ansiedade é uma carcereira que quer te amarrar a uma condição muito inferior da que tu és capaz de manifestar enquanto transitas por entre o céu e a terra. Não importa o custo dessa luta, o que importa é que não te rendas, e se por desventura tu já te rendeste, não importa, mata a pessoa que em ti se rendeu à ansiedade e renasce com vigor, dinamismo e leveza. As potencialidades encerradas em ti te autorizam a fazer essa manobra, porque continuam te estimulando a entrar em ação e realizar tuas pretensões.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

O que você fizer, faça pensando no bem que pode acrescentar ao maior número possível de pessoas de sua vida. Isso fará com que, inadvertidamente, a dinâmica dos relacionamentos melhore e fique no trilho certo.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Tudo que se encontra em estado potencial, e que se atualiza a você através da imaginação, nunca se realizará sem as devidas intervenções práticas que você terá de tomar a iniciativa de colocar em marcha.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

As tormentas interiores requerem um pouco mais de movimento físico, porque assim se aquietarão ou, pelo menos, encontrarão uma via de manifestação que sirva ao apaziguamento. Uma coisa é certa, evite a quietude.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

A imparcialidade é essencial para obter uma apreciação objetiva dos acontecimentos e, principalmente, da natureza das pessoas com que você mantém relacionamentos significativos. Sem imparcialidade, tudo é equivocado.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Agora, em vez de você ficar cobrando às pessoas para que façam a parte delas, continue em frente cumprindo suas obrigações e tarefas, porque só isso garantirá que não se perca tempo e se preserve tudo em andamento.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Fazer o que se deseja, quem não gostaria? Porém, a experiência ensina que viver satisfazendo os próprios desejos nunca dá o resultado esperado, pois, chega um dia que a alma se entedia até das coisas que ama.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Em vez de ficar ruminando se tudo vai ou não dar certo, o melhor é seguir em frente, com muita ousadia, e ver no que vai dar. Pode dar certo, pode dar errado, mas pelo menos você terá se livrado da ansiedade e expectativa.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Os impulsos de sair pela vida afora aceitando aventuras, e o de recuar, para preservar as conquistas feitas até aqui, convivem e têm a mesma força de manifestação neste momento da vida. Isso provoca dilemas.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Estar tudo certo não significa que sua alma esteja satisfeita, porque ela quer mais, ela quer aventura, ela quer barulho. Por isso, quando está tudo dentro dos conformes, é quando sua alma fica mais inquieta.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Muitas boas ideias passam pela sua mente neste momento. O melhor a fazer é pinçar uma ou duas e se dedicar a investigar a possibilidade de realização, e quanto tempo e recursos isso consumiria. É assim.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Melhor tomar uma atitude errada do que não tomar nenhuma. Os erros se consertam, mas a negligência é mais difícil de administrar porque vai corroendo o ânimo aos poucos e consolidando os erros em andamento.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Há coisas que precisam acontecer, porque são necessárias, e o Universo funciona por necessidade. Enquanto isso, a alma humana ainda funciona na base dos desejos, e nem sempre atina a sincronizar desejo e necessidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação