HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para este sábado (24/10)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar este sábado, 24 de outubro, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 24/10/2020 06:00
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

A perfeição é factível

Data estelar: Vênus e Saturno em trígono; Lua quarto crescente em Aquário

A perfeição não é impossível, apenas dá muito trabalho para realizar, e não é qualquer pessoa que aceita essa condição. Por isso, se perfeição desejas, não abaixes tua bola te convencendo de que seria melhor tomar essa atitude, para evitar futuras decepções. Se perfeição desejas, em primeiro lugar isso é assim porque tua imaginação a percebe, e se em pensamentos a ela te conectas, só falta aceitares o árduo caminho de aprimoramento constante para a realizar. Se a palavra perfeição existe é porque o conceito está disponível para ser realizado, e inúmeras obras humanas ao longo da história comprovam que a perfeição é factível. Porém, se tu desistes logo de entrada, porque te dá preguiça, essa é uma decisão que tu tomas e que define a natureza do teu destino.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Ofereça o seu melhor para que todas as pessoas com que você mantém relacionamentos significativos sejam beneficiadas da melhor maneira possível. Se não puder beneficiar todas, pelo menos um número aceitável delas.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Valerá a pena você se atrever um pouco mais que de costume, porque grandes são as chances de, se você acertar no caminho disponível, as coisas mudarem de tom, e para melhor. Nada, porém, acontecerá sem sua intervenção.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

São muitas emoções desencontradas para uma alma só! Tome a iniciativa de correr um pouco, ou pelo menos de caminhar a esmo, para que a dinâmica do movimento sirva ao propósito de acalmar a tormenta interior.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Apesar de estar tudo aparentemente bem, dentro da normalidade, uma pulga insidiosa atrás da orelha levanta suspeitas e desconfianças. Vale a pena investigar, porém, com espírito amplo, para julgar com imparcialidade.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Enquanto você continuar fazendo a sua parte, a despeito de ninguém mais acompanhar seu exemplo, as coisas seguirão pelo melhor caminho possível. Depois, haverá tempo de sobra para fazer as cobranças pertinentes.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Faça o que você deseja, mas se os seus desejos, para ser satisfeitos, requerem a participação de outras pessoas, então saiba de antemão que o movimento pode ou não dar certo, dependendo do estado dessas pessoas.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Para não ficar remoendo expectativas, o jeito é partir para a ação, mesmo que discreta, nem que seja para testar o terreno. Sem ação, a ansiedade ficará a cada dia maior, e não servirá para nada além do que a paralisia.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Procure se acostumar com a complexidade do cenário atual, porque veio para ficar por um bom tempo, no qual, tanto a força da aventura quanto a de ficar na retranca se manifestam e requerem sua atenção.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Está tudo certo, mas não é isso que sua alma deseja, porque estando tudo certo a margem para acontecer alguma surpresa se torna muito menor. Está tudo certo, mas um pouco de barulho iria fazer bem à sua alma.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Para que as boas ideias que agora circulam pela sua mente não se tornem um novo foco de frustrações, por nada demais acontecer, é imprescindível que você pince uma e outra e investigue se dá para realizar.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Difícil tudo estar perfeito no âmbito dos relacionamentos, mas, pelo menos, dá para aumentar a dose de tolerância e compreensão, para que todos possam conviver da melhor maneira possível, com o mínimo de conflito.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Tudo que é necessário é o que, de forma inevitável, haverá de acontecer. Por isso, gostando você disso ou não, este é um momento em que a necessidade teria de ser sua orientadora principal, em vez de os desejos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação