HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta segunda (9/11)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta segunda-feira, 9 de novembro, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 09/11/2020 06:00
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

Demandas e concessões

Data estelar: Vênus e Marte em oposição; Lua Vazia das 7h06 às 9h31, horário de Brasília

Demandas e concessões estabelecem a dinâmica de todo e qualquer relacionamento, e se não houver equilíbrio nesse sentido, não pode haver um bom relacionamento. Se houver excesso de concessões para sustentar um relacionamento, com certeza alguém se sentirá lesado, fazendo sacrifícios desproporcionais ao que se esperaria de um relacionamento decente. Se, por outro lado, houver demandas e exigências desmedidas, alguém ocupará o lugar de opressor, constrangendo outrem. Nada disso aconteceria se nossa humanidade tivesse altura espiritual suficiente para viver em completo desapego, mas essa não é nossa normalidade, na qual construímos relacionamentos com uma perspectiva bem mais restrita. O mínimo que precisamos, por isso, é um equilíbrio entre as demandas e as concessões.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

O que seria melhor fazer agora? Ninguém consegue ficar de acordo para começar a tomar as atitudes práticas pertinentes. Enquanto o impasse durar, é até melhor prorrogar a tomada de atitudes que pareceriam urgentes agora.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Ressentimentos são sentimentos que não são manifestos e metabolizados na hora em que acontecem, e que ficam remoendo nas entranhas da alma. Procure tomar distância desses, porque são tóxicos, só fazem mal.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Maravilhas ou abismos temíveis, tudo pode acontecer onde houver pessoas envolvidas e, no que diz respeito ao mundo, tudo envolve gente. Por isso o grau de imprevisibilidade com que você precisa lidar neste momento.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Tudo que poderia ser feito acaba, neste momento, empacando a marcha, porque cada pessoa tem uma opinião diferente, e não se chega a um consenso. Enquanto isso continuar assim, melhor tomar distância, não se envolver.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

O impasse não é de todo negativo, porém, atrasa tudo e não se pode simplesmente fingir que não acontece. Talvez, o mais sábio a fazer será aproveitar a demora que o impasse provoca, para refletir melhor sobre tudo.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Se as questões materiais se tornarem objeto de discussão, caia fora o mais rapidamente possível, porque os ânimos revirados só complicarão um cenário que não comporta mais disso. Toque a bola para frente.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Ninguém sabe ao certo qual seria a melhor atitude a ser tomada, mas, ao mesmo tempo, todo mundo pretende ter a razão. Cegos liderando outros cegos, este é o momento, mas vai passar e a razão real acabará prevalecendo.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Os planos tão perfeitamente arquitetados tinham falhas ocultas, que neste momento se manifestam, depois de tudo ter sido subvertido. Não faça disso um drama, porque o jogo continua e tem muito a fazer.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Se as pessoas não se entendem, isso não acontece por falta de chances ou recursos, mas porque elas são teimosas e querem puxar a sardinha para o lado delas. Aguarde isso passar para fazer as suas intervenções.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Muito poderia ser feito agora, porém, a falta de boa vontade das pessoas envolvidas desvia a atenção da execução das ações para o lado de discussões que são áridas e, inclusive, nem novas são. Tudo antigo.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

As ideias também se chocam, apesar de não terem corpo nem ocuparem espaço. O choque de ideias se dá através da comunicação e provoca emoções muito intensas que não se pode fingir que não estejam aí.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

As tensões e desentendimentos que ocorrem em torno dos assuntos materiais precisarão ser tratadas em outro momento, no qual os ânimos melhorem e as pessoas adotem posturas mais compreensivas, umas com as outras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE