Tantas Palavras

Correio Braziliense
postado em 24/11/2020 20:24

O imóvel sentido do mundo

A correria dos móveis
que não saem do lugar,
soldados no chão,
vigilantes e sentinelas,
espaço amplo do raso,
visão dos animais que se encontram
tristes e súbitos no silêncio dos imóveis
que, apesar da impressão de imobilidade,
se regozijam do agitado
mundo do respiradouro das janelas.
Uma fruteira de plástico
abisma o viciado ar do minuto.

Ronaldo Costa Fernandes

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE