HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta sexta (18/12)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta sexta-feira, 18 de dezembro, de acordo com cada signo

Correio Braziliense
postado em 18/12/2020 06:00
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

Da teoria à prática

Data estelar: Lua cresce em Aquário.

Queres um mundo de paz, amor e harmonia? Então te dedica a servir teus semelhantes e diferentes o tempo inteiro, fazendo com que tuas atitudes sejam um exemplo vivo do que desejas, do mundo em que anseias existir. Enquanto imagines a paz e harmonia acontecendo sem a tua intervenção, continuarás advogando por uma teoria, uma fantasia linda de imaginar, mas que nunca encontrará referência nas situações em que participes. Evita buscar no firmamento os sinais do que virá a acontecer, como se a entrada de tais ou quais planetas em signos garantissem acontecimentos. Tu és um ser humano, parte integrante de um reino onde a natureza não acontece automaticamente, mas onde se reinventa tomando decisões. Por isso, bons presságios pode passar em brancas nuvens se tu não te dedicas a os arrancar da teoria e os converter em prática.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

É importante você pensar tudo a longo prazo, para ir estruturando todos os movimentos de uma forma mais organizada, que tenda à estabilidade, em vez de tudo ser feito aos trancos e barrancos. Estrutura.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Tudo que precisa ser feito fica, a cada dia, mais e mais evidente, não há como fingir que se desconhece o que está na cara. Por isso, procure aceitar os acontecimentos e agir à altura, com dinâmica e vigor. Aí sim.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Ver muito, entender tanto, querer ampliar ainda mais a fronteira do conhecimento, tudo isso é uma aventura, porém, a alma também precisa descansar, tomar um tempo para experimentar a banalidade do dia a dia. É por aí.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

As inquietações sempre encontrarão motivos e razões, porque você existe num mundo que está de cabeça para baixo, virado do avesso. Porém, isso não legitima que suas inquietações se transformem em angústia. Isso não.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Ainda que a presença de tais ou quais pessoas pareça atrapalhar seus planos, procure as aceitar com naturalidade, como se tivessem estado aí o tempo todo. Enquanto isso, continue com seus planos, fazendo intervenções.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

O impulso criativo que se manifesta através de sua presença é o motivo principal das encrencas que você arruma, as do bom e do mau sentido da palavra. A prudência também deveria apitar, porém, nem sempre tem vez.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Importa mesmo é que você recupere o entusiasmo, se livrando do peso de tudo que atormentou você até aqui, não porque tenha sido superado, mas porque é possível substituir os perrengues por novos empreendimentos.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Aos poucos, porém, com vigor e determinação, se aproxima o tempo de grandes mudanças, um corte entre o antes e o depois da história do seu destino. Isso provoca um misto de apreensão e excitação em sua alma.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

No meio da banalidade do dia a dia, dentre o automatismo com que acontecem as conversas dos dias, surgem ideias brilhantes que, se aproveitadas, teriam potencial de colocar várias coisas em ordem ao mesmo tempo.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Importante é que você aumente sua margem de segurança, porém, que não durma em cima dos louros conquistados como resultado disso, porque a segurança não é o objetivo, apenas o meio para continuar a luta.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

A clareza há de substituir a confusão dos últimos tempos. Em parte isso acontecerá por essas mágicas da vida, mas a outra grande parte terá de ser reivindicada por você, buscando entender melhor o que acontece.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Ainda que sua alma se atormente com milhares de receios, você precisa, dentro do possível, se entregar ao mistério da vida, criticando o menos possível o andar da carruagem, se desapegando do fruto de suas ações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE