Big brother

Em reality italiano, brasileira sofre xenofobia e é ameaçada de estupro

Acolhida pelo público brasileiro, a catarinense Dayane Mello tem sofrido ataques xenofóbicos de outros competidores e de internautas italianos

Bruna Yamaguti*
postado em 05/01/2021 14:23 / atualizado em 05/01/2021 14:54
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

Após sofrer ataques xenofóbicos e até mesmo ameaças de estupro, a brasileira Dayane Mello, participante do Grande fratello VIP - o Big brother da Itália - acabou se tornando o foco de uma batalha internacional. Os brasileiros, que não brincam em serviço quando o assunto é reality show, compraram a briga da modelo de 31 anos e passaram a interferir nas votações italianas para que a participante seguisse na competição.

Excluída por parte dos concorrentes, a catarinense tem passado por diversos episódios desconfortáveis, para dizer o mínimo, dentro do confinamento. "Em Verona (na Itália) você seria estuprada", comentou o jornalista esportivo Francesco Oppini, ao ver roupas que a brasileira usava. O mesmo competidor também ironizou que a modelo "pulava de cama em cama". No episódio, Dayane pediu respeito e afirmou que não gostaria que a filha Sofia, de 6 anos, sofresse com comentários maldosos na escola.

 

Em outra ocasião, o ator Mário Ermito sugeriu a outro participante que se aproveitasse da brasileira em uma festa, na qual ela estava sob efeito de bebida alcoólica. Os brasileiros colocaram a hashtag "Dayane merece respeito" entre os assuntos mais comentados do Twitter.

O favoritismo conquistado pela modelo brasileira irritou alguns italianos, que ameaçaram prejudicar as votações do Big brother Brasil 21. "Vocês estão prontos para fazê-los pagar e deletar seus favoritos, pessoal?", afirmou uma internauta. Os brasileiros, é claro, não se intimidaram e rebateram as provocações:


“Eu com a lista de seus favoritos em mãos pronto para tirá-los um por um”, disse um usuário em outro tweet. “Pode vir, estamos esperando”, respondeu uma brasileira, com uma imagem do apresentador Tiago Leifert ao lado do prêmio do recorde mundial de votação, conquistado no Big brother Brasil 20.


Dayane Mello é natural de Joinville, Santa Catarina, e começou a carreira de modelo aos 16 anos. Ela, que conquistou boa parte do público, já sobreviveu a oito televotos, os "paredões" do programa, e se tornou aliada da atriz Rosalinda Cannavo.

A brasileira também já participou de outros realities italianos, como os correspondentes a Dança dos famosos e Ilha dos famosos.

*Estagiária sob a supervisão de Vinicius Nader

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE