Celebridades

Armie Hammer sai do elenco de filme após acusações de canibalismo

Mulheres apresentaram supostas mensagens enviadas pelo ator com teor abusivo e que faziam apologia ao canibalismo

Correio Braziliense
postado em 14/01/2021 12:43 / atualizado em 14/01/2021 12:44
O ator concorreu ao Globo de Ouro de Melhor ator coadjuvante por 'Me chame pleo seu nome' em 2018 -  (crédito: Angela Weiss/AFP)
O ator concorreu ao Globo de Ouro de Melhor ator coadjuvante por 'Me chame pleo seu nome' em 2018 - (crédito: Angela Weiss/AFP)

O ator Armie Hammer anunciou saída do elenco de Shotgun wedding, longa que protagonizaria ao lado de Jennifer Lopez. O artista larga o projeto logo após circularem nas redes sociais acusações de que, enquanto casado, ele teria enviado mensagens abusivas a mulheres e compartilhado falas que faziam apologia ao canibalismo.

As acusações começaram em uma série de prints divulgados pelo perfil do Instagram @houseofeffie. A dona da conta afirma ter sido “um dos affairs” de Armie Hammer e que ele mandava mensagens sobre estupro, sadomasoquismo e constantemente fazia apologia ao canibalismo. Outras mulheres também enviaram imagens de conversas com o ator que posteriormente foram divulgadas pela conta da rede social. Os prints estão salvos nos destaques do perfil.

Conversa em que Armie Hammer afirma ter comido um coração de cervo
Conversa em que Armie Hammer afirma ter comido um coração de cervo (foto: Instagram/Reprodução)

Nas postagens mais recentes do Instagram, foram apresentadas trocas de mensagens em que ele afirmou ter comido um coração de cervo “cru e ainda quente”. Uma foto dele simulando que se enforcava e mensagens sobre ele querer sentir o gosto do sangue da amante também foram divulgadas recentemente.

O ator foi casado até 2020 com a atriz Elizabeth Chambers, com quem tem dois filhos. A artista teria dito ao portal internacional Daily Mail que está chocada, mas que está do lado das vítimas. Após o fim do casamento, Hammer teve um caso com Jessica Ciencin Henriquez. A escritora confirmou no Twitter que o intérprete, conhecido pelo papel de Oliver em Me chame pelo seu nome, enviava “mensagens sexuais canibais”, mas logo depois fechou a conta para que apenas os seguidores dela pudessem ver as publicações dela.

Armie por sua vez negou toda a movimentação que está sendo divulgada na internet. “Não estou respondendo essas declarações absurdas, mas em face aos ataques virtuais falsos e cruéis contra mim, não poderia, em sã consciência, deixar meus filhos nesse momento para passar quatro meses gravando um filme na República Dominicana”, afirmou ao portal The Hollywood Reporter.

O longa Shotgun wedding está com as gravações próximas, segundo a produtora. O filme é dirigido por Jason Moore, da franquia A escolha perfeita, e tem o roteiro de Mark Hammer, de Apenas duas noites, e Elizabeth Meriwether, escritora de New girl e Sexo sem compromisso. A produção gira em torno do casamento extravagante do casal protagonista. Quando eles estão em dúvida sobre a continuidade da relação, os convidados se tornam reféns de um grupo de sequestradores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE