HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para este domingo (17/1)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar este domingo, 17 de janeiro, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 17/01/2021 06:00
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

O futuro da humanidade

Data estelar: Júpiter e Urano em quadratura; Lua cresce em Peixes.

Nossa humanidade está no momento da história em que, ou aceita ir além de suas crenças arraigadas ou continua se agarrando a elas, a despeito de produzir as mais diversas neuroses no seio das famílias “do bem”. Infelizmente, os grupos místicos que se dedicam a destruir as “crenças limitantes” provocam tamanha rejeição, por se dedicarem a destruir tudo sem propor nada concreto que substitua as limitações, apenas sugerindo frases motivacionais, que prestam igual ou maior desserviço do que os tradicionalistas a este momento delicado da história. Não se trata de extinguir tradições, mas de erguer vigorosa e persistentemente umas novas, pensando no futuro da humanidade, nas gerações vindouras, porque nenhum de nós, não importa quão jovem seja, viverá para comprovar o quanto a civilização está em mutação atualmente.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Vai ser necessário ouvir todo mundo e, principalmente, as pessoas que contrariam seus pontos de vista, porque, só assim será possível encontrar a maneira de organizar tudo que está envolvido nos próximos passos.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

As novidades assustam, mas vieram para ficar, por isso, melhor você parar de resistir, teimando em continuar fazendo tudo do jeito que deu certo outrora. Não é hora de repetições, é hora de inovação, isso sim.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Tudo que você não compreende neste momento resulta de você continuar tentando encaixar a realidade dentro de seus pontos de vista, em vez de o contrário, flexibilizar seus pontos de vista para entender a realidade.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Emocionalmente, sua alma chutaria o balde. Intelectualmente, seria melhor passar tudo a limpo da melhor maneira possível, antes de se lançar a tomar qualquer tipo de atitude. Mas, no fundo, tudo é uma escolha.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

As ofertas são interessantes, mas é preciso investigar tudo que está envolvido nelas, porque o entusiasmo, apesar de ser um sentimento nobre, não pode cegar você quanto aos detalhes que indicam contrariedades sérias.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

As pessoas com que você trata neste momento se manifestam com clareza, porém, isso não significa que suas ideias sejam procedentes ou que possam ser postas em prática com resultados eficientes. Use o discernimento.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Há coisas muito interessantes em marcha, mas elas chegam misturadas com outras, que são pura fantasia, muito tentadora, como sempre, mas que brinda com resultados decepcionantes. Use o discernimento.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Talvez seja um pouco difícil você aceitar as coisas como elas se apresentam, porque para isso você teria de modificar seus planos e, também, seus pontos de vista. Porém, é exatamente isso o que seria melhor fazer.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Os planos precisam mudar de forma constante, porque o mundo está de ponta-cabeça e não há disponível a mesma previsibilidade de outrora. Adaptar-se a esse ritmo frenético é o assunto principal para você.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Há novidades disponíveis, que podem ser muito úteis a você. Porém, sua alma resiste à mera ideia de que, talvez, tenha perdido tempo repetindo as fórmulas que deram certo outrora, em vez de experimentar o novo.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Com o cenário do mundo tão bagunçado quanto está, sua boa estrela pode sofrer um tanto de demora para se manifestar do jeito clássico, radiante e luminosa. Porém, ela está por aí, disponível a você.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Nem tudo deve ser do jeito que você pretende, mas tampouco você há de fazer concessões além do que suporta. Este é o momento em que se torna necessário buscar o ponto médio onde todas as partes concordem e aprovem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE