Fomento cultural

Parceria franco-germânica lança plataforma para fomento cultural

O espaço on-line, chamado Plataforma de Busca de Incentivos Culturais, reúne iniciativas alemãs e francesas como cursos, bolsas, residências e programas de incentivo, que podem ser acessadas por artistas, estudiosos e produtores culturais brasileiros

Correio Braziliense
postado em 22/01/2021 17:13
 (crédito: YouTube/Divulgação)
(crédito: YouTube/Divulgação)

O Serviço de Cooperação e Ação Cultural do Consulado Geral da França, no Rio de Janeiro, e o Goethe-Institut, também do Rio, se juntam para lançar, nesta sexta-feira (22/1), a Plataforma de Busca de Incentivos Culturais. Trata-se de um espaço digital, onde artistas, criativos, estudiosos e produtores brasileiros poderão buscar informações sobre oportunidades de cursos, bolsas, residências, programas de incentivo, entre outros projetos de fomento e apoio à cultura.

O site reúne iniciativas alemãs e francesas com o intuito de democratizar e facilitar o acesso de brasileiros aos editais de arte cultura dos dois países. O lançamento oficial do projeto ocorreu às 15h desta sexta-feira (22), por meio do YouTube. No evento on-line, foi realizado um tour digital pela plataforma para trazer um tutorial com os principais recursos. Confira o lançamento completo:

Principais recursos

A plataforma está em processo de finalização, mas já está on-line e conta com os principais recursos, além de um bom número de oportunidades de fomento que, segundo a equipe, deve crescer ao longo do tempo. Os projetos podem ser selecionados por tags, organizadas por três diferentes categorias: país de origem (Alemanha ou França); área (artes cênicas, artes visuais, audiovisual, design, editorial, gestão e mediação, moda, mundo digital, museus e patrimônio, música, urbanismo e arquitetura, ou multidisciplinar); e tipo de apoio (bolsa, comercialização, cooperação, fomento, formação, prêmio ou residência).

A partir do filtro, é possível localizar oportunidades pontuais como, por exemplo, apenas de residência, ou apenas para as artes cênicas, ou unicamente em solo francês. Segundo as instituições, ainda é possível fazer o cruzamento das tags para chegar a oportunidade ideal para o usuário.

Apesar de serem iniciativas alemãs e francesas, cada um dos fomentos será acompanhado de um resumo em português, com detalhes sobre a instituição e a candidatura. Na seção Relatos, haverá depoimentos de pessoas que já participaram de programas, fizeram residência artística ou tiveram outras experiências locais para que o candidato possa ter uma ou mais referências sobre a experiência.

“Nosso intuito é contribuir para a democratização da informação sobre as oportunidades existentes, e trazer novas perspectivas para os profissionais brasileiros. Esperamos que eles possam fazer proveito desde já, pesquisando e preparando candidaturas. Há vários editais que operam com muita antecedência. Então, os proponentes precisam de tempo para buscar ajuda, preparar currículo em outros idiomas e organizar diversos documentos”, explica Christian Strube, coordenador do projeto de integração franco-germânica do Goethe-Institut Rio de Janeiro, por meio de nota.

Parceria franco-alemã no Brasil

O lançamento da Plataforma de Busca de Incentivos Culturais marca o aniversário de dois anos da assinatura do Tratado de Aix-La-Chapelle, firmado entre o presidente francês Emmanuel Macron e a chanceler alemã Angela Merkel. O tratado de 2019 prevê 15 ações prioritárias, entre elas, a criação de quatro institutos culturais integrados franco-alemães no mundo. O mais importante deles será no Rio de Janeiro. As outras cidades são Palermo (Itália), Erbil (Iraque) e Bishkek (Quirguistão).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE