Quadrinhos

DC anuncia revista mensal da Moça-Maravilha brasileira,Yara Flor

Joëlle Jones assinará roteiro e arte da produção regular. Em 2 de março será lançado um teaser da publicação em Infinite Frontier #0

Correio Braziliense
postado em 04/02/2021 16:22 / atualizado em 04/02/2021 16:22
 (crédito: D.C. Future State/ Divulgação)
(crédito: D.C. Future State/ Divulgação)

A DC Comics anunciou nesta quarta-feira (3/2) que Yara Flor, a Mulher-Maravilha brasileira apresentada pelo projeto Future State, ganhará uma série mensal regular. A revista mostrará a heroína ainda como Moça-Maravilha e, assim como as HQs que a apresentaram, terá roteiro e arte de Joëlle Jones. A personagem também usará o título em uma série live-action produzida pela CW. A primeira HQ da heroína chegou às bancas estadunidenses em 5 de janeiro deste ano. 

  • Yara Flor, Mulher-Maravilha brasileira ganha revista mensal.
    Yara Flor, Mulher-Maravilha brasileira ganha revista mensal. D.C. Future State/ Divulgação
  • A primeira HQ apresentando Yara Flor foi lançada em 5 de janeiro deste ano.
    A primeira HQ apresentando Yara Flor foi lançada em 5 de janeiro deste ano. D.C. Future State/ Divulgação

A trama acompanha a jovem Yara deixando a pequena cidade em que foi criada no condado estadunidense de Idaho, para investigar as origens no Brasil. Antes da estreia da publicação regular, a revista ganhará um teaser em Infinite Frontier #0, que será lançado em 2 março.

Yara será a quarta heroína a usar o título de Moça-Maravilha (Wonder Girl). A primeira foi a própria Diana, que usava o nome na infância. Em 1965, o título foi assumido por Donna Troy, que anos depois seria uma das fundadoras dos Novos Titãs. Por fim, Cassie Sandsmark, que apareceu pela primeira vez em 1996, se juntaria a Robin, Impulso e Superboy para formar a Justiça Jovem. Moça-Maravilha chegará às bancas norte-americanas em 18 de maio.

Série de tevê

A CW anunciou a produção de Wonder Girl em novembro do ano passado. Na época, o portal Deadline revelou que a série iria retratar a trajetória de Yara Flor até se tornar a Mulher-Maravilha brasileira. Será a primeira aparição em live-action da heroína e a primeira série do Arrowverse protagonizada por uma atriz latina.

Em uma entrevista para o portal IGN, o editor da DC Comics, Jamie S. Rich, deu detalhes sobre Yara Flor. “Eventualmente iremos descobrir que existem conexões entre as outras tribos das Amazonas que nós já estabelecemos. Yara tem conexões com as amazonas, e parte do que nós vamos descobrir é o que ativa seu novo papel, o que faz ela ser a Mulher-Maravilha daquele tempo. Ela é brasileira, mas ela também é uma imigrante nos Estados Unidos. Isso é um elemento importante na história dela.”

Dailyn Rodriguez foi escalado para escrever o roteiro de Wonder Girl, a série. Ele é conhecido por trabalhar nas produções The night shift, The glades e Ugly Betty e terá o apoio de Greg Berlanti, idealizador de muitas séries do Arrowverse como Arrow, The Flash e Supergirl. A produção ainda não tem data de estreia marcada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE