Fomento à cultura

Secec-DF injetou R$ 18 milhões em projetos e atividades culturais em 2020

Segundo dados publicados pela Subsecretaria de Difusão e Diversidade Cultural (SDCD), o incentivo, que injetou aproximadamente R$ 18 milhões no Distrito Federal, gerou 5.321 empregos diretos e outros 1.782 indiretos

Correio Braziliense
postado em 09/02/2021 17:06 / atualizado em 09/02/2021 17:07
 (crédito: Marina Gadelha/Divulgação)
(crédito: Marina Gadelha/Divulgação)

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF (Sesec) publicou, nesta segunda-feira (8/2), os principais resultados da execução de Termos de Fomento (TF), implementados em 2020, como alternativa para a crise gerada pela pandemia da covid-19. Segundo dados publicados pela Subsecretaria de Difusão e Diversidade Cultural (SDCD), o incentivo, que injetou aproximadamente R$ 18 milhões no Distrito Federal, gerou 5.321 empregos diretos e outros 1.782 indiretos.

“No ano passado, cumprimos 67 Termos de Fomento que, por meio de emendas parlamentares, injetaram um montante de mais de R$ 18 milhões no DF. Em 2021, vamos ampliar essa execução”, anunciou Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa, em publicação no site oficial da secretaria.

Na mesma publicação do portal da Secec-DF, a subsecretária de Difusão e Diversidade Cultural, Mirella Ximenes, destacou que antes do período de crise na saúde, os projetos eram 95%, senão 100% presenciais. “Para evitar aglomerações, usamos como artifícios as lives e as itinerâncias, com caminhões, executando músicas para quem estava confinado”.

Os projetos

Estão entre os 67 Termos de Fomento executados, ações que levam o rap às escolas; festivais de hip hop; terapia por meio do forró; cinema drive in; celebrações de aniversários de Regiões Administrativas (RAs); homenagens aos 60 anos de Brasília; edições comemorativas de publicações; produções audiovisuais; o resgate da cultura quilombola e afro; e o papel da mulher na sociedade.

Entre as propostas itinerantes, estão as de grupos que levam arte, música e teatro para a parte externa de casas, prédios e outros espaços de confinamento, necessário para conter a disseminação do novo coronavírus. Foram 18 apresentações em formato serenata realizadas na Asa Sul, Asa Norte,Taguatinga, Ceilândia, Planaltina, Sobradinho, Guará e Cruzeiro. As pessoas puderam assistir às apresentações artísticas por meio de sacadas, varandas e janelas.

As oficinas de dança para todas as idades oferecidas pelo Grupo Cultural Azulim; as peças do Teatro Mapati; o projeto Sou de Brasília - Brasília 60 anos, com ações virtuais em homenagem ao aniversário da cidade, foram alguns dos projetos contemplados e possibilitados pelo Termo de Fomento, que também pretende investir em atividades culturais que serão realizadas no ano de 2021. “A contemplação deste Termo de Fomento permitiu honrar alguns compromissos atrasados e permitiu iniciar 2021 com novos projetos que vieram para melhor atender nossa comunidade”, destacou Iranildo Gonçalves Moreira, diretor presidente da Organização da Sociedade Civil (OSC).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE