Obiturário

Morre Telmo de Lima Freitas, um dos grandes nomes da música gaúcha, aos 88 anos

O artista era um dos maiores representantes da música nativista do Rio Grande do Sul

Correio Braziliense
postado em 19/02/2021 11:37 / atualizado em 19/02/2021 11:37
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

O cantor e compositor Telmo de Lima Freitas morreu na tarde desta quinta-feira (18/2), aos 88 anos, em Cachoeirinha, Porto Alegre. A filha do músico, Ione Freitas, confirmou a notícia em nota de pesar publicada nas redes sociais do Movimento Tradicionalista Gaucho do Rio Grande do Sul, no qual Freitas era conselheiro honorário. A causa da morte ainda não foi divulgada.


O artista foi um dos mais importantes nomes da música gaúcha e colecionou prêmios e conquistas ao longo da carreira. Foi vencedor das categorias de melhor compositor e melhor CD regional no prêmio Troféu Açorianos e o grande sucesso Esquilador, em parceria com Edson Otto e José Antônio Hahn, ganhou o prêmio Calhandra de ouro na 9ª Califórnia da canção nativa de Uruguaiana.

Em 2009, Telmo de Lima Freitas foi o patrono da semana farroupilha e, neste ano, o tradicionalista receberia a medalha do mérito farroupilha em evento formal na Assembleia Legislativa.

O nativista iniciou a carreira musical com apenas 14 anos, no grupo Quarteto gaúcho. Além de compositor e cantor, Telmo de Lima era instrumentista e teve o primeiro disco, O canto de Telmo de Lima Freitas, lançado em 1973. O músico também escreveu o livro de poesias De volta ao Pago.

Tanto o prefeito de Cachoeirinha como o de Uruguaiana, município onde Freitas foi secretário de Cultura em 1980, decretaram luto oficial de três dias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE