Covid-19

Morre o crítico Alfredo Bosi, aos 85 anos, vítima da covid-19

Membro da Academia Brasileira de Letras, Bosi estava internado em São Paulo com uma pneumonia em decorrência da covid-19

Correio Braziliense
postado em 07/04/2021 12:03 / atualizado em 08/04/2021 12:51
Bosi foi um dos maiores nomes da crítica literária no Brasil -  (crédito: Guilherme Gonçalves/Divulgação)
Bosi foi um dos maiores nomes da crítica literária no Brasil - (crédito: Guilherme Gonçalves/Divulgação)

Um dos maiores críticos literários do país e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), Alfredo Bosi morreu nesta quarta-feira (7/4), aos 85 anos, o acadêmico estava internado em São Paulo devido a um diagnóstico positivo da covid-19, que se desenvolveu para uma pneumonia. Devido às medidas de distanciamento e isolamento social impostas pela pandemia, não haverá velório.

Acadêmico e crítico

Autor, professor e crítico, Alfredo Bosi contribuiu de forma indiscutível para literatura brasileira e em estudos da língua portuguesa e italiana. Ele era o sétimo ocupante da cadeira número 12 da Academia Brasileira de Letras (ABL) e tornou-se membro em 2003.

Nascido em São Paulo, em 1936, Bosi formou-se em letras pela Universidade de São Paulo (USP) em 1960 e partiu para uma especialização em literatura italiana em Florença, na Itália. Voltou ao Brasil para lecionar o tema na USP. Posteriormente voltou o foco para literatura brasileira e assumiu um cargo de professor titular no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Na carreira acadêmica, ocupou a Cátedra Brasileira de Ciências Sociais Sérgio Buarque de Holanda da Maison des Sciences de l’Homme em Paris.

Como autor escreveu livros importantes para o estudo da literatura brasileira, títulos como Pré-Modernismo (1966), História Concisa da Literatura Brasileira (1970), O ser e o tempo da poesia (1977) e Céu inferno: ensaios de crítica literária ideológica (1988).

Alfredo deixa dois filhos, Viviana e José Alfredo.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE