Gravura

Gravurista Lêda Watson é convidada para participar de bienal internacional

Com mais de 50 anos dedicados à gravura, a artista, brasiliense de coração, foi convidada para participar da 20ª edição da Bienal Internacional de Gravura de Sarcelles, na França

Roberta Pinheiro
postado em 07/04/2021 15:30 / atualizado em 07/04/2021 15:30
 (crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
(crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)

Com mais de 50 anos dedicados à gravura, a artista Lêda Watson, brasiliense de coração, foi convidada para participar da Bienal Internacional de Gravura de Sarcelles, na França, um dos eventos mais importantes do seguimento. Marcada para novembro deste ano, esta será a 20ª edição do evento. 

"É uma honra fora de série", resume Lêda. Ela que percorreu o mundo, tendo se encantado pelas técnicas da gravura no período em que viveu no Rio de Janeiro e na França, escolheu a capital federal de Juscelino Kubitschek para desenhar histórias de trabalho, ensino e formação. Não à toa, para atender ao convite do curador da bienal, escolheu duas gravuras que representam a paisagem do cerrado e de Brasília.

Realizada a cada ano ímpar, entre o final de novembro e o início de dezembro, a Bienal Internacional de Gravura de Sarcelles foi fundada em 1981. 

Ilustração

Ainda este ano, Lêda também foi convidada para fazer as ilustrações do livro em homenagem ao centenário de João do Rio, pseudônimo do cronista e teatrólogo brasileiro João Paulo Emílio Cristóvão dos Santos Coelho Barreto. João do Rio Centenário - O Bebê de Tarlatana Rosa e outros contos é um projeto da Confraria dos Bibliófilos do Brasil. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE