Concurso

Prêmio Candanguinho reconhecerá talento de 30 poetas infanto-juvenis

Com inscrições abertas a partir de 30 de abril, a premiação selecionará 30 poesias infanto-juvenis para compor a coletânea de poesias ´A Mala do livro, uma viagem na cultura´

Correio Braziliense
postado em 23/04/2021 16:56
Um volume de 30 novos poetas infanto-juvenis será premiado pela Secec -  (crédito: Internet/ Reprodução)
Um volume de 30 novos poetas infanto-juvenis será premiado pela Secec - (crédito: Internet/ Reprodução)


Em comemoração aos 30 anos do programa Mala do Livro, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) e a Biblioteca Nacional de Brasília lançam o I Prêmio Candanguinho de Poesia Infanto-Juvenil. A premiação selecionará 30 obras inéditas, de autoria de crianças e jovens, para compor a coletânea de poesias A mala do livro, uma viagem na cultura.

 

“Estamos valorizando a criança a adentrar ao mundo da escrita. Esse papel é fundamental para nossa política de incentivo do livro e da leitura”, afirma Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa, em nota divulgada no site do governo.


Com a premiação, crianças e jovens residentes do Distrito Federal ou da Região Integrada de Desenvolvimento do DF e Entorno (RIDE) podem concorrer nas categorias Infantil (6 a 12 anos), Juvenil (13 a 17 anos) e Pessoas com Deficiência (6 a 17 anos). Cada candidato pode inscrever até duas poesias, inéditas e originais. A que obtiver maior pontuação será a selecionada.

 

Os autores classificados nas três primeiras colocações de cada categoria receberão, do primeiro ao terceiro colocado, um smartphone, um tablet e um leitor de e-book, respectivamente, além de dez exemplares da obra impressa. As poesias selecionadas serão publicadas em coletânea nos formatos e-book, livro impresso, em Braille e/ou áudio-livro. Os demais colocados ganham certificado de participação e dois exemplares da coletânea.

 

“Nosso objetivo é incentivar a criatividade da população jovem do DF por meio da linguagem escrita, dando o protagonismo à Mala do Livro, que completou 30 anos em 2020”, reforçou Elisa Raquel Quelemes, Diretora da Biblioteca Nacional de Brasília, em nota.


Com reserva de vagas para Pessoas com Deficiência (PCD) e a possibilidade de envio das poesias por arquivos digitais em áudio, a inclusão marca presença neste edital. À convite da Secec, um cadeirante também participa da Comissão de Seleção responsável pela avaliação das obras.


“Estava na hora de haver um espaço para as crianças e jovens de Brasília se expressarem por meio da poesia. Quando anda pelo DF e convive com essa galera, você percebe que eles têm uma criatividade enorme, que só precisam de um canal para se colocar”, defende Beth Fernandes, chefe da assessoria de relações institucionais da Secec e coordenadora da comissão de seleção, em nota.


As inscrições serão realizadas de 30 de abril a 30 de maio, preferencialmente mediante preenchimento de formulário eletrônico, pelo e-mail premiocandanguinhodepoesia@cultura.df.gov.br ou por entrega da documentação na Biblioteca Nacional de Brasília, mediante agendamento prévio pelo telefone (61) 3325-6257.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE