Personalidade

Aos 80 anos, Betty Faria tem a carreira celebrada pelo Canal Brasil

Personagens emblemáticos sempre trouxeram destaque para a estrela de 'Tieta', perseverante em apresentar facetas diferenciadas do talento

Ricardo Daehn
postado em 30/04/2021 15:00
Os 80 anos de Betty Faria animam a programação do Canal Brasil, na próxima semana -  (crédito: Canal Brasil/ Divulgação)
Os 80 anos de Betty Faria animam a programação do Canal Brasil, na próxima semana - (crédito: Canal Brasil/ Divulgação)

À frente de papéis emblemáticos na tevê, com as telenovelas Tieta (1989), Pecado Capital (1975) e Partido alto (1984), Betty Faria completa aniversário, em oito dias. Até lá, a partir da madrugada de quinta (6/5), uma mostra no Canal Brasil celebrará os 80 anos da atriz. Na telona do cinema, Betty sempre foi convincente atuando em papéis que se estenderam de empregada doméstica a assassina, passando ainda por tipos com marcante carga humanitária, particularmente em obras do amigo e diretor Carlos Reichenbach (de Anjos do arrabalde).


A celebração, no Canal Brasil começa de quarta para quinta (6/5), à 0h30, com a exibição de Romance da empregada. Numa parceria em cena com Daniel Filho e Brandão Filho, a atriz, em 1988, criou um dos papéis mais divertidos no carreira: a suburbana Fausta que almeja se parecer com Tina Turner. A direção do filme foi de Bruno Barreto, que a dirigiu ainda no longa A estrela sobe (1974).


Noutra atração, o longa Bens confiscados (2005), de Reichenbach, Betty toma parte do enredo de adultério que envolve um senador, e o escândalo porvir. Um sequestro em família, e que envolve outra amante do político, é arquitetado para abafar o escândalo. No elenco Werner Schünemann, Beth Goulart e Antônio Grassi. O filme será atração na madrugada de quinta (5/5) para sexta (07), à 0h30.


Finalmente, no dia do aniversário da musa dos anos 70 e 80, a projeção de Lili, a estrela do crime (1989), filme sob direção de Lui Farias, traz Betty vivendo uma jornada criminosa, ao lado dos personagens de Reginaldo Faria e Mário Gomes. Uma viúva integra a gangue de assaltantes de bancos, fazendo a alegria de uma facção sensacionalista da imprensa. O filme chega às telas, à 0h30 de sábado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE