HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta segunda (3/5)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta segunda-feira, 3 de maio, de acordo com cada signo

Correio Braziliense
postado em 03/05/2021 06:00
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

Sê implacável com tua ignorância

Data estelar: Mercúrio ingressa em Gêmeos, Sol e Saturno em quadratura; Lua quarto minguante em Aquário.

Se queres te autoconhecer, precisas ser cientista de tua própria alma, te observando, fazendo anotações e sendo imparcial nos julgamentos que faças a respeito de ti e de tua atuação. Se puxas a sardinha para teu lado, justificando teus erros e argumentando sobre teus equívocos, então apenas finges que trilhas o caminho do autoconhecimento, mas na prática te acomodas em tua ignorância. Te parecem duras estas palavras? Mais duro ainda é o resultado de encobrir a ignorância com sabedoria superficial, porque essa atitude normaliza os equívocos e torna mais difícil ainda melhorar esse mundo que, de acordo com tuas palavras, desejas mudar. Evoluir é um processo iniciático, precisas demonstrar tua fibra sendo implacável com tua ignorância.


ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Dentro do possível, procure negociar à exaustão tudo que estiver ao seu alcance. Quando isso não seja possível, procure deixar de lado até chegar um momento melhor, em que a negociação se torne pertinente. Em frente.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Você concentrou as decisões em você e agora colhe o resultado disso, portanto, o melhor a fazer é agir de acordo com a necessidade, sem queixas, sem lamentos, apenas fazendo o possível para superar a situação.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

O cenário se tornou tão complicado que não há ninguém que possa ajudar você, nem sequer com esclarecimento. Nestas linhas você encontrará algumas diretrizes, mas continuará à sós no campo de batalha, tendo de decidir.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Tome distância dos desentendimentos, mesmo que você faça parte desses. Procure não colocar lenha na fogueira, nem tampouco fingir neutralidade, só procure não intervir nos acontecimentos para definir qualquer coisa.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Honre sua palavra, mas peça a contrapartida também, porque relacionamentos precisam ser pautados pela reciprocidade. Mas, entenda, esta dinâmica não pode se basear em conflitos e reclamações. Isso só complica.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Enquanto as ideias maravilhosas seduzirem e tirarem seu foco do que de imediato precisaria ser feito, você terá dificuldade de encontrar paz em seu coração para discernir entre as ilusões e as visões reais do futuro.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Aquilo que desmorona não é produto de erros que você tenha cometido, tudo acontece num mundo que está de ponta-cabeça há muito mais tempo do que a pandemia, tendo essa apenas acelerado o processo de desmoronamento.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Ainda há assuntos que se alastram há muito tempo sem solução e que, como agora, surgem e provocam distúrbios. Procure tratar tudo de uma forma impessoal, para evitar mobilizar sentimentos que não ajudariam em nada.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Você pode receber ajuda, mas se você a pedir e, ainda, se a buscar nos canais adequados. Para isso, você terá de superar o velho comportamento de autossuficiência que, neste momento, só atrapalharia. Só isso.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Para você fazer o que deseja teria de deixar de lado algumas questões que estão em bom andamento, e que ainda requerem muita atenção de sua parte. Agora você precisa decidir entre fazer o necessário ou o que deseja.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

É de pouco valor ficar se auto recriminando por erros que tenha cometido no passado, porque ainda que tenha de pagar caro por isso, pelo menos as coisas surgem para ficarem evidentes, e você se livrar delas. Em frente.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Melhor enfrentar logo tudo que se apresentar, ainda que desagrade sua alma, porque deixar para depois só resultaria em aumentar o tamanho da encrenca. Não é hora de suavizar com clichés, é hora de domar o touro a unha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE