FAMOSOS

Mc Mirella foi vítima de exploração sexual e se explica nas redes sociais

A cantora já foi acusada de aliciar uma menor de idade através do Instagram

Rodrigo Bitencourt de Lyra - Especial para o Uai
postado em 03/05/2021 15:45
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

A cantora Mc Mirella apareceu em uma matéria do Fantástico, neste último domingo (03/05), que abordava o funcionamento de um esquema de tráfico de mulheres, liderado por Rodrigo Otávio Cotait com o auxílio da modelo Núbia Oliiver.

Mirella foi uma das vítimas do aliciador, que selecionava desde menores de idade a pessoas famosas. O criminoso filmava as vítimas em seu apartamento e negociava com compradores do exterior, tendo até mesmo falsificado identidades para conseguir realizar a operação criminosa.

A cantora, que foi uma vítima aos 17 anos, não foi levada ao exterior e segundo sua advogada: "Essa quadrilha contratou ela, tentou leva-la. Então, houve realmente essa situação, mas não sofrendo o crime, não se concretizou o crime", declara Adélia Soares.

Vale lembrar que Mirella foi acusada de aliciar uma menor nas redes sociais, oferecendo dinheiro em troca de uma noite com um cliente, convite esse que foi recusado pela jovem. O empresário Wissam Nassar era um grande cliente de Rodrigo e está sendo investigado.

Print das mensagens enviadas por Mirella a uma jovem
Print das mensagens enviadas por Mirella a uma jovem (foto: Reprodução/Twitter)

Em um dos áudios vazados, podemos ouvir Cotait conversando com sua comparsa que Mirella não conseguiria comprovar sua ligação a ele, já que o pagamento foi em dinheiro vivo, devido a jovem não ter conta no banco.

 

Rodrigo Cotait foi preso em seu apartamento na cidade de São Paulo, onde filmava as jovens aliciadas. Apesar disso, ele negou os crimes e alegou que recebia muitas mulheres em sua residência. Ele foi preso e outras cinco pessoas foram detidas e devem responder por 'tráfico de mulheres para fins de exploração sexual' e 'falsidade ideológica'.

Diante do caso, Mc Mirella publicou uma nota de esclarecimento, veja!

"Nos últimos dias alguns veículos de imprensa noticiaram acerca de uma operação da polícia federal de Sorocaba denominada como “operação harém”, e vincularam o nome da Mirella.

Prezando sempre em trazer a verdade sem qualquer sensacionalismo ou fake news, queremos esclarecer a todos os fãs da Mirella que apesar do nome dela constar no processo (ação cautelar sob o número 5005318-56.2020.4.03.6110 e Inquérito 5003525-82.2020.4.03.6110) a mesma foi ouvida da condição de VÍTIMA e TESTEMUNHA, ou seja a Mirella não figura como investigada e nem está sendo acusada de qualquer crime, qualquer dúvida podem verificar o processo e o inquérito.

Inclusive, queremos aproveitar esse espaço para fazer um alerta a várias jovens que sonham com a carreira artística, pois como sabem, desde muito cedo a nossa Mirella sonhava se tornar uma estrela e aos 16 anos foi procurada por um empresário o qual lhe propôs um contrato para viajar e divulgar shoppings e marcas de maquiagens, graças ao bom Deus e a família atenta da Mirella, maiores danos não ocorreram, mas hoje sabemos que muitas garotas foram vítimas de crimes, esperamos que a justiça localize e responsabilize cada pessoa responsável por esses crimes.

Jovens, e principalmente pais e mães, fiquem atentos(as), acompanhem de perto da carreira dos seus filhos(as) para evitar a aproximação de pessoas mal intencionadas.

Sem mais, agradecemos o respeito e carinho de sempre com a nossa estrela. Equipe Mirella Sierra Fernandez."

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por BAD MI ?? MC MIRELLA (@mirella)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE