OBITUÁRIO

Morte de Ray Reyes, ex-integrante do Menudo, revela segredo

O cantor morreu sexta-feira (30/4), aos 51 anos

Douglas Lima - Especial para o Uai
postado em 03/05/2021 16:27
 (crédito: Reprodução/Facebook )
(crédito: Reprodução/Facebook )

Ray Reyes, ex-integrante do grupo porto-riquenho Menudo, morreu na noite da última sexta-feira (30/4), aos 51 anos.

Ray ficou muito conhecido no Brasil como um dos integrantes da boy band latina, criada em 1977 pelo produtor Edgardo Díaz. O grupo fez muito sucesso entre os jovens nos anos 1980, chegando a vender centenas de milhares de discos, lotar estádios e aparecer constantemente em programas televisivos.

Embora a nota de falecimento tenha sido dada pelo irmão do músico, Raül Reyes, a causa da morte não foi divulgada.

Segundo a jornalista, Keila Jimenez do R7, o cantor que iniciou sua carreira no Menudo substituindo Xavier Serbia, lutava contra a obesidade, depressão e escondeu por anos da família que tinha cardiomegalia, popularmente conhecida como coração grande, não é uma doença, mas é um sinal que aponta a existência de alguma outra grave doença no órgão.

A partir do diagnóstico, cerca de 50% dos pacientes morrem em até cinco anos. Pessoas que têm sintomas graves ou que tiveram internações por algum problema cardiovascular apresentam taxa de sobrevida ainda menor: 50% morrem após um ano.

De acordo com a colunista, segundo os irmãos do artista ele escondeu de todos que estava enfrentado esse problema. Apesar de ser uma condição grave e que pode levar à morte, a cardiomegalia pode ser tratada por um cardiologista com medicamentos ou cirurgia, e tem cura quando identificada no início. Reyes, teria pedido aos médicos que não dissessem nada aos familiares e amigos.

Apesar da família do cantor não divulgar a causa da morte, segundo a imprensa internacional, o artista foi encontrado morto na cozinha da casa dele em Toa Baja, Porto Rico e que o ex-Menudo morreu vítima de infarto fulminante.

Ray sofria há anos de depressão e lutava contra a balança. O astro chegou a se internar em um spa, fez dietas, exercícios físicos, entretanto acabava engordando tudo de novo, ele chegou a pensar em fazer uma cirurgia bariátrica, no entanto devido ao cardiomegalia a cirurgia de redução do estômago não é indicada. A família só descobriu após a morte do artista que ele vinha há anos enfrentando problemas cardíacos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE