HORÓSCOPO

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta terça (4/5)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta terça-feira, 4 de maio, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 04/05/2021 06:00 / atualizado em 04/05/2021 06:23
 (crédito: Pixabay/Reprodução)
(crédito: Pixabay/Reprodução)

Os filhos pagam a conta

Data estelar: Lua quarto minguante em Aquário.

Já ouviste esta frase? “Os filhos pagam pelos erros que os pais cometem.” Talvez sim, mas provavelmente não atentaste à severidade do enunciado. É evidente que não se trata aqui de pequenos erros, mas daqueles que decorrem da prática insistente de desvios de ética, de abusos e de pressões desmedidas e equivocadas, todas decorrentes de que o mundo adulto não vive de acordo com as regras que promulga, porque essas são, na sua maior parte, insustentáveis, mentirosas e hipócritas. E quem paga a conta são os filhos, que para se tornar adultos precisam integrar em suas consciências a mentira e a hipocrisia. Estas palavras podem aqui ser escritas porque, felizmente, esse mundo está acabando, mesmo que ainda tiver uma sobrevida de mais 500 anos, mas, daqui a 25 gerações minhas palavras descreverão um mundo enterrado.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

A leveza que circula na malha de relacionamentos com que você precisa lidar agora é um sinal de que há coisas muito boas em andamento. Apesar dos pesares e de todas as penas, as coisas se resolvem e prosperam. É assim.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Ainda que o mundo pareça estar no fim e isso provoque angústias indefinidas na alma, mesmo assim você encontra progresso e alento em coisas que vão acontecendo. Agarre-se a essas situações, são reais e promissoras.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Pensar bem é um exercício muito importante, porque denota a vontade de assumir o comando de sua própria mente que, além de ser um órgão subjetivo de percepção, também é o instrumento de intervenção na realidade.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Quando os sonhos mais lindos se mostrarem nítidos à sua percepção, cuide para não os contaminar com suas mágoas e ressentimentos, porque dessa forma você perderia a chance de absorver deles o bem-estar que transmitem.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

O bem-estar alheio há de se converter no seu próprio bem-estar, por você participar da vida dessas pessoas e, também, por você contribuir para esse bem-estar acontecer. Está tudo bem nesse mundo louco da atualidade.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Os pequenos prazeres cotidianos estão disponíveis para você se regozijar neles. Isso não é pouca coisa, pelo contrário, se você valorizar esses pequenos detalhes e os aproveitar, grandes coisas resultarão.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Entre um apocalipse e outro, a alma descobre prazeres e belezas que devem ser desfrutadas, principalmente porque a percepção da dureza da vida é muito clara. O que importa isso? Aqui não há de ser um lugar de sofrimento.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Encontre o regozijo, porque está perto de você e acenando para ser encontrado. Porém, você o precisa buscar, e para isso terá de destruir seu apego às mágoas e ressentimentos, condições que só atrapalham.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Será através de conversas leves e agradáveis que haverá entendimento, porque qualquer sinal de discórdia que envolva sentimentos negativos, só fará com que sua alma fique estagnada numa situação contraproducente.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Procure resolver o mais rapidamente possível quaisquer pendências que houver, especialmente no campo financeiro, porque as empurrar para o futuro incerto faria com que se tornassem mais complicadas.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

A prática da generosidade, quando brota do coração espontaneamente, não há de ser misturada a nenhum interesse, você precisa apenas a colocar em prática, porque benefícios interessantes decorrerão dela.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Não importam as agruras nem tampouco os problemas que se alastram sem solução, o que importa, de imediato, é você obter mínimo regozijo para continuar achando que a vida vale a pena. Há penas, mas há regozijo também.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE