WEB

Rita Lobo se desculpa após deboche racista para Nise Yamaguchi: 'Errei'

Apresentadora do GNT associou a ascendência da médica bolsonarista com um prato típico

Portal UAI
postado em 02/06/2021 20:04 / atualizado em 02/06/2021 20:05
 (crédito: Divulgação/Reprodução)
(crédito: Divulgação/Reprodução)

A apresentadora do canal GNT Rita Lobo, após fazer uma piada racista para debochar de Nise Yamaguchi, médica e apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, pediu desculpas publicamente nesta quarta (2/6) e admitiu o erro.

Na noite desta terça (1/6), Rita mandou uma indireta para a imunologista, que depôs na CPI da Covid e defendeu o uso da cloroquina como tratamento precoce da doença. Já foi comprovado cientificamente que o remédio é ineficaz contra o coronavírus.

"Okonomiyaki, que muitos chamam de panqueca japonesa, não leva cloroquina nos ingredientes. Saiba mais", escreveu a apresentadora do Cozinha Prática no Twitter, colocando o link da receita do prato oriental em seu site.

Diversos perfis criticaram o comentário, considerando-o racista por associar a ascendência japonesa da médica com uma comida, reforçando estereótipos.

"Rita Lobo escolheu mesmo esse caminho pra fazer chacota da pessoa? Antes de enxergar todas as incoerências e absurdos na fala dela [Nise], você enxerga a raça dela? O fato de ela não ser branca? E por alguma razão isso é motivo de chacota e não tudo que ela disse? Carai, que cocô", escreveu Leo Hwan.

"Quando alguém é incompetente, você pode criticar a incompetência da pessoa sem associar isso à raça dela. Associando a raça na crítica ou, pior ainda, fazendo piada com a raça dela você só está sendo incoerente. Vulgo: é uma atitude racista", alertou a atriz Ana Hikari.

Nesta quarta-feira (2/6), Rita Lobo reconheceu o erro e pediu desculpas. “Eu errei. Peço desculpas à comunidade japonesa e aos meus seguidores. O tuíte anterior é racista e, por esse motivo, vou apagá-lo”, escreveu a apresentadora. Veja:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE