Música

União de França e Brasil: Fabrízio Rubinstein apresenta faixa com ligação política

O medo, canção escrita em 2018, possui versos atuais que se encaixam no contexto do Brasil de 2021

Lara Leal*
postado em 05/10/2021 06:00
Fabrízio Rubinstein: música inspirada no clima conturbado das eleições de 2018 -  (crédito: La Peur/Reprodução)
Fabrízio Rubinstein: música inspirada no clima conturbado das eleições de 2018 - (crédito: La Peur/Reprodução)

O single La Peur é a nova versão da música O medo, lançada por Fabrízio Rubinstein, um brasiliense cientista político e advogado por formação, que, na música, expressa sua visão de mundo. A ideia de unir a música popular brasileira e a língua francesa surgiu no início do isolamento, quando iniciou suas aulas virtuais de francês.

Fabrízio possuía o desejo de traduzir uma de suas composições desde as primeiras aulas, e contou com a ajuda de sua professora de francês, Teresa Favre, para produzir La Peur.

“Entre as opções de composições próprias, eu achei interessante traduzir a letra da música O medo e pedi a Tereza Frave que me ajudasse na tarefa. Feito isso, o trabalho de produção musical foi relativamente simples, uma vez que a base musical estava pronta, sendo necessário apenas estudar a correta pronúncia das palavras e regravar a voz”, explica o cantor.

O brasiliense, que atualmente mora no Rio de Janeiro, teve sua mãe como inspiração para aprender a língua francesa. “Minha mãe já tinha aulas particulares virtuais e eu decidi aprender uma nova língua. A partir das primeiras aulas, surgiu a ideia de traduzir minhas músicas para a língua francesa, uma vez que uns dos recursos que minha professora Teresa Favre sempre trazia eram canções como ferramenta de aprendizagem do idioma”, conta Fabrízio.

O medo, canção escrita em 2018, possui versos atuais que se encaixam no contexto do Brasil de 2021.“Com uma oração/pedindo um sinal./Não importa se vão ouvir/ nós podemos resistir./ O medo te faz mal”. Esses são versos da canção original de Fabrízio, uma composição inspirada no clima da eleição de 2018. A letra é um abraço de forma coletiva para seguir em frente, descrevendo que é necessário resistir.

Formação diversificada

A história de Fabrízio com a música começou em sua infância, quando, aos 7 anos, ingressou na Escola de Música de Brasília, onde estudou flauta e trompete. Aos 12, aprendeu o violão e, aos 15, piano. Ao completar 17 anos, foi aprimorar suas técnicas em violão na Escola de Música Antônio Adolfo, no Rio de Janeiro.

Ao retornar para Brasília estudou canto, no Instituto de Música do Distrito Federal, foi integrante da banda de rock Capital C e também teve experiências solo pelos palcos de Brasília.

Neste ano, Rubinstein usou sua admiração pela música tradicional francesa e por alguns artistas como a cantora Louane Emera, o músico Gros Mo e a compositora Camille Bertault, para a criação desta ponte musical que existe em La peur. A canção em francês faz parte de seu projeto de coletânea de singles Antes do nascer do sol, onde, mensalmente, estão sendo apresentadas canções do artista nas principais plataformas musicais, até o lançamento de seu primeiro EP, previsto para o início de 2022.

A produção musical de La peur tem a participação, no piano, de Antônio Guerra e mixagem e masterização de Gustavo Camardella. O single La peur já está disponível nas principais plataformas de streaming.

*Estagiária sob a supervisão de Severino Francisco.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE