CELEBRIDADES

Netflix suspende funcionária que criticou novo especial de Dave Chappelle

Terra Field, que é trans, relatou discurso problemático do comediante em novo especial

Portal UAI
postado em 12/10/2021 10:14
 (crédito: Rebecca Symene / New York Times)
(crédito: Rebecca Symene / New York Times)

A Netflix suspendeu recentemente três funcionários. Entre eles, está Terra Field , uma engenheira de software da empresa, que é transsexual, e afirmou que seu afastamento foi motivado por suas críticas ao novo especial do comediante Dave Chappelle , intitulado The Closer , que aborda assuntos delicados sobre a comunidade LGBTQIA+.

Em um fio no twitter, ela deu sua versão da história: "Eu trabalho na Netflix. Ontem, lançamos outro especial de Chappelle onde ele ataca a comunidade trans e a validade da identidade trans, tudo enquanto nos tenta colocar contra outros grupos marginalizados. Você vai ouvir muito sobre 'ofensa'. Nós não estamos ofendidos", escreveu Terra, antes de listar em diversos tweets os nomes de diversas vítimas de violência motivada por transfobia.

De acordo com o New York Times , a demissão foi motivada por outro acontecimento e se refere a um episódio onde os três funcionários foram à uma reunião de negócios virtual entre altos executivos da empresa para a qual não foram convidados.

 "É absolutamente falso dizer que suspendemos todos os funcionários por tweetarem sobre este programa”, disse um porta-voz da Netflix em um comunicado. "Nossos funcionários são incentivados a discordar abertamente e apoiamos seu direito de fazê-lo", completou.

 The Closer , novo show de Chappelle , foi duramente criticado por ONG's e outros órgãos engajados na luta pelos direitos da comunidade LGBTQIA . Jaclyn Moore, produtora executiva da série da Netflix Cara Gente Brana, disse na semana passada que não trabalharia com a Netflix "enquanto eles continuassem a lançar e lucrar com conteúdo transfóbico descarado e perigosamente".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE