LITERATURA

Escritor Daniel Barros lança segunda edição de 'Enterro sem defunto'

O evento de lançamento ocorre na próxima sexta-feira, 19h, no canal do YouTube da editora Penalux. Enterro sem defunto está disponível em diferentes plataformas de venda de livros em formato físico e virtual com o preço de R$ 45

Juliana Oliveira
postado em 13/10/2021 06:00
Além da segunda edição de 'Enterro sem defunto', autor revela que a segunda parte da trama será lançada em 2022 -  (crédito: Danfil Barros)
Além da segunda edição de 'Enterro sem defunto', autor revela que a segunda parte da trama será lançada em 2022 - (crédito: Danfil Barros)

Um policial, cujos defeitos e traumas convivem com suas extraordinárias virtudes morais, descortina o suspense policial do escritor alagoano Daniel Barros, Enterro sem defunto, da editora Penalux. A obra publicada, inicialmente, em 2013, ganha, agora, sua segunda edição, que será lançada nesta sexta-feira , às 19h, pelo canal do YouTube da editora, em um evento on-line, e que prepara o caminho para a segunda parte da trama, em fase final de produção.

Radicado em Brasília desde 1998, Daniel Barros escreve romances policiais com mais do que argumentos instigantes, mas com o olhar de quem conhece bem a engrenagem das investigações e do encarceramento no país. Agente da Polícia Civil do DF por mais de duas décadas e pós-graduado em Segurança Pública, ele se lançou em águas editoriais a partir de 2011, com a obra O sorriso da cachorra, pela editora Thesaurus.

Em 2020, ele foi um dos finalistas da premiação da International Latino Book Awards, com o livro Canto escuro. Mesmo sem trazer o título para casa, a indicação foi um reconhecimento importante para o alagoano, uma vez que o prêmio destaca a produção literária em espanhol e português nos Estados Unidos. O trabalho de Daniel concorreu na categoria literatura ficção em língua portuguesa.

“Acredito que seja um pouco como Rubem Fonseca, falando de dentro. Nem todo mundo sabe, mas ele atuou dentro da segurança pública antes de ser o escritor conhecido que se tornou. Eu também falo de um local de familiaridade, faço até mesmo uma crítica a estrutura policial no Brasil, a divisão das polícias é algo que precisaremos resolver”, afirma Daniel sobre os elementos de realidade contextualizados na obra.

Com a nova edição Enterro sem defunto, o escritor insere o leitor num universo pouco abordado na literatura policial de ficção, o tráfico de drogas. Na capital federal, o policial Alcides, que é o protagonista da trama, vive entre o presente e reminiscências que levam o leitor para fragmentos de um passado em que ele não passava de um jovem fotojornalista, em Alagoas, pronto para denunciar a corrupção de figuras políticas importantes que avançavam sobre o patrimônio público.

Infelizmente, Alcides não tarda a compreender que certas estruturas sociais não permitiram que ele obtenha sucesso em suas revelações. Esse primeiro sopro de realidade marca a psique do personagem durante toda a trama, que tem enxertos em Cuba. Uma leitura acessível, carregada com doses justas de violência e mistério.

O evento de lançamento ocorre na próxima sexta-feira, 19h, no canal do YouTube da editora Penalux com a mediação de Paulo Souza, o autor Daniel Barros e, como convidado, Ivan Marinho. Enterro sem defunto está disponível em diferentes plataformas de venda de livros em formato físico e virtual com o preço de R$ 45.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE