Relacionamento

Maitê Proença fala pela 1ª vez sobre romance com Adriana Calcanhotto

Discreta sobre sua vida pessoal, o relacionamento entre a atriz e a cantora começou a repercutir em setembro deste ano

Douglas Lima - Especial para o Uai
postado em 04/11/2021 16:34
 (crédito: Instagram/Reprodução)
(crédito: Instagram/Reprodução)

Maitê Proença quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre sua relação com Adriana Calcanhotto , e rasgou elogios a cantora e compositora, após burburinhos sobre um possível romance entre as duas.

Em entrevista à jornalista Chantal Brissac , do site 29 Horas , a atriz foi questionada a respeito do namoro.

"Em março, você escreveu que buscava um amor, alguém que soubesse velejar, e hoje está feliz ao lado da cantora e compositora Adriana Calcanhotto. Que ventos trouxeram esse novo amor?", questionou a repórter.

"Eu estava brincando quando disse que procurava alguém, nem seria possível fazer experiências amorosas no meio de uma pandemia, sem vacinas. E a Adriana é adorável, única, mas não sabe velejar. Nem eu. Estamos aprendendo sobre os ventos com barquinhos de papel", brincou a artista .

Em setembro de 2021 , o nome da veterana esteve em alta nas redes sociais após rumores sobre o suposto romance com a produtora musical Adriana Calcanhotto .

Na época, a revista Veja afirmou que elas já circulavam juntas em "jantares, reuniões, rodas de violão e pequenos encontros nas casas dos muitos amigos que já tinham em comum".

A especulação foi reforçada devido as interações entre Maitê e Adriana na web. Pelo que parece, elas teriam se aproximado por intermédio do empresário Zé Maurício Machline , ex-namorado da atriz e amigo de ambas, serviu de cupido para o suposto relacionamento.

Na ocasião, Proença respondeu algumas perguntas dos internautas nas redes e notou que muitos queriam saber mais sobre os boatos do namoro. Ela então se posicionou e falou a respeito.

"Tem uma gente me perguntando umas coisas que, no fundo, eu não sei responder. Mas, eu escrevi um negócio que tem a ver com as circunstâncias e que, talvez, possa ajudar essa gente, responder algumas questões. As pessoas são tão curiosas, né? Elas gostam de colocar as coisas em caixinhas, resolver, deixar tudo pronto, de saber", disse Maitê.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE