Itaú Cultural Play abre mostra de filmes

Itaú Cultural Play disponibiliza filmes em homenagem a Paulo Freire

Entre 6 de novembro e 10 de dezembro a plataforma Itaú Cultural Play exibirá 19 produções que homenageiam o patrono da educação brasileira Paulo Freire

Correio Braziliense
postado em 23/11/2021 20:48
 (crédito: VideoFilmes/Reprodução)
(crédito: VideoFilmes/Reprodução)

Entre 6 de novembro e 10 de dezembro a plataforma de streaming Itaú Cultural Play exibirá a programação completa de filmes da 7ª mostra ciranda de filmes. Ao todo são 19 produções que homenageiam o patrono da educação brasileira Paulo Freire, promovem novos diálogos sobre a educação no país e ampliam a percepção sobre as diversas conexões com possíveis e incontáveis legados deixados por Freire.

Durante 15 dias, a plataforma de streaming disponibilizará em seu catálogo os filmes selecionados pela curadoria da mostra, cuja programação tem foco no centenário do educador. Entre elas, Central do Brasil, longa-metragem vencedor do Urso de Ouro em Berlim; os documentários Pro dia nascer feliz e Atravessa a vida, ambos de João Jardim; Yaõkwá: imagem e memória, documentário indígena de Rita e Vincent Carelli, Você não sabia de mim, do diretor Alan Minas, 5 vezes Chico — o velho e sua gente, dirigido por Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldenstein e Eduardo Nunes, Infância falada, de Hermílio Santos e Kamila Almeida, entre outros títulos. 

Lançada em 19 de junho,  a Itaú Cultural Play começou com um catálogo formado por 135 títulos de todos os estados do país. Constantemente ampliado desde então, já ultrapassou a marca de 200 títulos disponíveis, entre ficção, documentários, séries, curtas, animações, entrevistas, palestras, entre outros diversos gêneros.

 

SERVIÇO:
Itaú Cultural Play – Mostra Ciranda de Filmes

De 26 de novembro a 10 de dezembro de 2021

Em www.itauculturalplay.com.br

 

Yaõkwá: imagem e memória (2000, documentário, Mato Grosso, 21 min)

Direção: Rita Carelli e Vincent Carelli

Classificação indicativa: livre (nudez não erótica)

 

Você não sabia de mim (2021, documentário, Rio de Janeiro, 78 min)

Direção: Alan Minas

Classificação indicativa: 12 anos (temas sensíveis)

 

Utopia distopia (2020, documentário, Distrito Federal, 72 min)

Direção: Jorge Bodanzky

Classificação indicativa: livre

 

Pro dia nascer feliz (2005, documentário, Rio de Janeiro, 89 min)

Direção: João Jardim

Classificação indicativa: livre

 

O menino que engoliu o sol (2020, animação, Rio de Janeiro, 22 min)

Direção: Patrícia Alves Dias

Classificação indicativa: livre

 

Mutum (2007, drama, Rio de Janeiro, 95 min)

Direção: Sandra Kogut

Classificação indicativa: livre

 

Meu nome é Daniel (2018, documentário, Rio de Janeiro, 83 min)

Direção: Daniel Gonçalves

Classificação indicativa: livre

 

Infância falada (2016, documentário, Rio Grande do Sul, 54 min)

Direção: Hermílio Santos e Kamila Almeida

Classificação indicativa: 12 anos (violência)

 

Fonemas da liberdade (2021, documentário, Rio Grande do Norte, 28 min)

Direção: Catherine Murphy

Classificação indicativa: 12 anos (violência)

 

Eu preciso destas palavras escrita (2017, experimental, Rio de Janeiro, 19 min)

Direção: Milena Manfredini

Classificação indicativa: 10 anos (medo e tensão)

 

Entremarés (2018, documentário, Pernambuco, 20 min)

Direção: Anna Andrade

Classificação indicativa: 12 anos (drogas lícitas)

 

Augusto Boal e o Teatro do Oprimido (2010, documentário, Rio de Janeiro, 62 min)

Direção: Zelito Viana

Classificação indicativa: 12 anos (drogas lícitas, linguagem depreciativa e descrição de violência)

 

Atravessa a vida (2020, documentário, Rio de Janeiro, 83 min)

Direção: João Jardim

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria, temas sensíveis, violência)

 

A sússia (2018, documentário, Tocantins, 17 min)

Direção: Lucrécia Dias

Classificação indicativa: livre

 

A quem interessa a ignorância? (2021, documentário, Tocantins, 17 min)

Direção: Alexandre Carvalho

Classificação indicativa: 12 anos (violência)

 

5 vezes Chico - O velho e sua gente (2015, documentário, Rio de Janeiro, 90 min)

Direção: Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldenstein e Eduardo Nunes

Classificação indicativa: 10 anos (violência e drogas lícitas)

 

Filho de boi (2019, drama, Bahia, 91 min)

Direção: Haroldo Borges e Ernesto Molinero

Classificação indicativa: 12 anos (presença de sangue e linguagem chula)

*Disponível por 24h - das 19h de 27 de novembro até as 19h de 28 de novembro

 

Chão (2021, documentário, Rio de Janeiro, 112 min)

Direção: Camila Freitas

Classificação indicativa: 10 anos (drogas lícitas)

*Disponível por cinco dias – das 19h de 3 de dezembro até as 19h de 8 de dezembro

 

Central do Brasil (1998, drama, Rio de Janeiro, 107 min)

Direção: Walter Salles

Classificação indicativa: 12 anos (violência e drogas lícitas)

*Disponível por 24h - das 19h de 4 de dezembro até as 19h de 5 de novembro

 

 

 

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE