Famosos

Ex-BBB Flay acusa ex-marido de não pagar pensão ao filho

Em postagem no Twitter a cantora desabafou sobre a participação do ex na vida do filho

Cecília Sóter
postado em 11/01/2022 12:19
 (crédito: Reprodução/Instagram/Flayslane )
(crédito: Reprodução/Instagram/Flayslane )

A ex-BBB Flay postou um textão no Twitter na noite desta segunda-feira (10/1), em que desabafa sobre o dever dos pais em se fazerem presentes na vida dos filhos. A publicação foi motivada por uma conversa que ela ouviu, na qual familiares do ex-marido criticavam a casa onde ela vive com o filho e a qualidade de vida deles.

"Nunca pensei passar por isso que tantas mães passam, mas estou [passando]. Acabei de ouvir uma conversa da família do pai de Bernardo (que nunca cuidou, nem deu uma pensão em 4 anos), botando um monte de coisa na cabeça da criança, que a casa do pai dele é melhor que essa, botando um monte de defeito aqui e em São Paulo, convidando ele para ir morar lá, entre tantas outras coisas que desmoralizam a mãe sozinha que eu sou desde sempre", começou o desabafo.

A cantora também contou algumas cenas que presenciou enquanto ainda estava com o pai de Bernardo. Relembrou de um suposto descaso do ex-companheiro com o filho e do pouco dele cuidado com o momento pós-parto, no qual algumas mulheres ficam mais sensíveis.

“Eu sempre finjo demência, mas dessa vez foi demais. Por isso ultimamente meu filho vem dizendo que não gosta desse apartamento (ele amava). Quando Bê nasceu, minha cirurgia teve uma complicação, abriu e passou mais de dois meses para cicatrizar porque não importava se o pai estava do lado, ele mal pegava no filho. Ele [Bernardo] chorava à noite, eu pedia para o pai dele colocar ele no meu colo para eu amamentar e ele fingia dormir”, relatou.

Pai de Instagram

O desabafo chegou ao assunto pensão alimentícia e Flay questionou a falta de interesse do pai na vida do filho. "Aquilo, entre outras coisas, foi o maior estalo que eu tive e me fez querer mudar de vida. Eu não queria que o meu filho tivesse um futuro incerto e crescesse diante de tanta briga dentro de casa, separei dele e decidi fazer algo para mudar o destino do meu filho. Hoje, graças a Deus, ele tem um lar saudável. Mas hoje o cara quer ser o paizão na internet. Adora pegar o guri prontinho e postar selfie de paixão, mesmo que eu tenha pedido para pagar metade da escola do baby comigo e ele tenha negado. ‘Não tem condições'”, escreveu.

No fim, ela ainda questiona os direitos iguais de mãe e pai. “Quando a mãe da criança tem dinheiro, o pai não tem obrigação de dar pensão, mesmo que gaste horrores em festas, bebidas, hotéis e viagens caros como ele faz para quem quiser ver? Enfim, a cara de certos machos nem treme e eu só tenho nojo mesmo e vergonha pelo pai que fui arrumar para o meu filho”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE