Livro

Obra discute evolução da tecnologia e ciência e questiona o futuro

Professor e escritor Everardo Leitão questiona rumos da evolução da ciência com a crescente autonomia tecnológica do ponto de vista ético e legal

Giovanna dos Santos*
postado em 22/04/2022 06:00 / atualizado em 22/04/2022 14:19
 (crédito: LC Agência de Comunicação/Divulgação)
(crédito: LC Agência de Comunicação/Divulgação)

Professor e escritor de livros na área de texto, Everardo Leitão inovou ao lançar e-código: como a tecnologia nos levará sem corpo para uma vida sem fim. Com o intuito de analisar a autonomia da tecnologia em meio a ciência, o autor escolheu a dedo um assunto que aborda as possibilidades de evolução do papel da ciência em face aos constantes avanços tecnológicos presentes no dia a dia do ser humano. O tema do livro é de interesse dos mais diversos profissionais da ciência, tecnologia, biotecnologia, filosofia, história, medicina e outras áreas da saúde, além de, claro, todos os interessados por ficção-científica.

Everardo busca compreender como os recursos tecnológicos vão, no futuro, assumir o papel de cientistas humanos: ele aponta que esses recursos possuem a capacidade de fazer ciência, que podem trabalhar com métodos e banco de dados. Assim, o escritor olha para o presente e faz uma extrapolação do futuro com base no que se tem hoje, a partir de perguntas centrais em seu trabalho: o que vai acontecer a partir desse fato? Que implicações isso terá no corpo humano? Será o corpo capaz de migrar de vez para uma bolha informática no mundo virtual? Poderão os processos tecnológicos avançar em busca da imortalidade?

Em entrevista para o Correio, Everardo explica o processo criativo por trás de e-código. Ele optou por identificar-se na obra pelo pseudônimo everardobr, pois tem tudo a ver com a temática. Ao apontar que escreveu sobre tecnologia, o autor quis colocar o nome que utiliza em suas redes sociais, com o qual se identifica na maior parte do tempo.

Em relação à escolha do assunto de seu livro, everardobr remete ao passado em sua carreira profissional. Trabalhou na diretoria de recursos tecnológicos de empresa bancária, com atuação internacional, o que o levou a perceber como a tecnologia fazia parte do seu cotidiano: "Trabalhar com isso virou algo automático, como um grande foco na minha vida. Quando vi, naturalmente tinha chegado a esse tópico", comenta.

A partir do pressuposto que e- se refere a endereço eletrônico e que código reúne leis, a obra e-código inclui, na maior parte de sua extensão, um compilado de mais de 70 leis que tratam da relação entre ciência e tecnologia. Everardo compreende uma lei como um princípio e deseja expor quais são os que regem essa relação. Mais para o final, o escritor dedica um espaço para o que chamou de tópicos livres: uma vez que as leis pretendem analisar sistematicamente um assunto, os tópicos livres são uma espécie de aprofundamento de informações que podem ter ficado ainda na curiosidade do leitor. Everardo utiliza-se de uma ampla variedade de títulos divertidos para convidar o leitor a sanar essa curiosidade, como Realidades randômicas, Tédio?, Enquanto seu lobo não vem, Virtualização das genitálias, ETs e óvnis e A volta dos que não foram.

O livro de everardobr, sem dúvida, é atual e desperta o interesse sobre as certezas e incertezas do futuro da ciência e da tecnologia. Mais do que isso, o autor consegue levantar a inegável relevância do tema chave de E-código. Everardo Leitão conta ao Correio que seu mais recente trabalho "trata do indispensável e do essencial para a vida, já que busca entender o que a tecnologia autônoma pode fazer para melhorar a nossa qualidade de vida".

 

Serviço

e-Código: como a tecnologia nos levará sem corpo para a vida sem fim

Everardo Leitão (everardobr)

Ed. Categoria/ 336 páginas

Preço: R$ 74,90

*Estagiário sob a supervisão de Severino Francisco 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE